segunda-feira, 21 de abril de 2008

Atleta de Cristo

I Coríntios 9.23-27

Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda (2 Tm 4.8).

Existem várias atividades esportivas interessantes. O que nos chama atenção no mundo dos esportes é a busca do homem para superar seus limites, a busca pela vitória. Isso nos lembra o que Paulo fala sobre a luta para alcançar a coroa corruptível.
Nossa coroa é incorruptível, infinitamente melhor do que uma medalha ganha em qualquer competição. Portanto, devemos ser muito mais esforçados do que os atletas esportistas, devemos ter muito maior domínio próprio do que os atletas. Se vamos ganhar um troféu muito superior ao dos atletas comuns, devemos correr muito mais do que eles.
Ao vermos os atletas superando seus recordes possamos ser incentivados a superar as barreiras que precisam ser vencidas em nossa vida. Quando nós virmos todo o esforço que os atletas fazem para alcançar uma medalha, possamos ser impulsionados a redobrar nossas forças para viver como os verdadeiros campeões que somos. O atleta que ganha sua medalha é vencedor. Nós somos mais que vencedores, pois temos dupla vitória: a vitória neste mundo e a vitória eterna.
Paulo diz que o exercício físico é para pouco proveito, enfatizando a necessidade do exercício espiritual e sua superioridade. Se compararmos os benefícios do exercício físico com os benefícios do exercício espiritual, veremos que muito maior proveito tem o exercício espiritual. O exercício físico tem sua importância, mas é limitado enquanto que o exercício de piedade tem proveito ilimitado (1 Timóteo 4:7b-8).
Faça exercício diariamente. O exercício mais completo não é a natação ou andar de bicicleta como dizem. O exercício mais completo é o exercício da piedade. Ao ver um atleta, não fique incentivado apenas a entrar em uma academia de educação física, mas seja incentivado ao exercício espiritual.

Lute, corra, exercita-te, gaste-se para Cristo.