segunda-feira, 21 de abril de 2008

Bom ouvido, boa vida.

Isaías 55:1-3

Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; ao contrário, sentindo coceira nos ouvidos, juntarão mestres para si mesmos, segundo os seus próprios desejos (2 Tm 4:3).

Dos sentidos humanos – visão, audição, olfato, paladar e tato – a audição auxilia no equilíbrio e é um importante meio de comunicação com o mundo. No sentido espiritual, o ouvir é usado como um parceiro da mente e do coração, que devem ser usados para buscarmos a vontade de Deus. Podemos aprender como devemos utilizar nossos ouvidos em Isaías 55:3 que diz:
Inclinai os ouvidos. Para ouvir melhor, devemos inclinar os nossos ouvidos na direção certa, sintonizar no canal correto. Muitos são os sons neste mundo, muitos canais que podem ser sintonizados. Devemos filtrar os sons que estão mais altos, impedindo-nos de ouvir a Deus. Temos que tirar nossos ouvidos das vozes de cobiça e da maldade. Precisamos inclinar nossos ouvidos a Deus.
Vinde a mim. Para ouvir melhor precisamos nos aproximar de Deus, ir em Sua direção, buscar a Sua presença e nos mantermos próximos dEle. Não basta começarmos sintonizados no Senhor e depois abandonarmos sua estação, seu caminho. A vitória está em manter-se perto da fonte de vida. Nossa vida precisa da presença constante de Deus.
Ouvi. Aqueles que se expõem aos ruídos deste mundo, por um tempo prolongado, podem estar como surdos espirituais. Nada que não possa ser revertido pela graça, misericórdia e poder de Deus. Mas, é necessário buscar ouvir a cada dia a palavra, pois a fé vem pelo ouvir a Palavra de Deus. Quanto mais ouvimos, mais ouvimos. Ou seja, mais nossos ouvidos são curados e nossa mente recebe a Palavra.
Tomemos este caminho. A promessa de Deus é de nos consolar, dando vida para as nossas almas, aplicando em nós as suas misericórdias, firmando uma aliança perpétua conosco.

Devemos tomar cuidado com o que e quem estamos ouvindo.