segunda-feira, 21 de abril de 2008

Encontrando a felicidade

Jeremias 33.1-9

Satisfaze-nos pela manhã com o teu amor leal, e todos os nossos dias cantaremos felizes (Sl 90.14).

Felicidade existe. Se quisermos, sempre podemos encontrar motivos para nos sentirmos contentes. Não podemos ser pessimistas achando que ser feliz é impossível. O que ocorre é que muitas vezes buscamos a felicidade no lugar errado e da forma errada.
É comum achar que a felicidade está sempre um pouco à frente, num futuro próximo: quando terminarmos um curso, quando casarmos, quando comprarmos um carro, quando tivermos um filho, etc. Assim, o presente é sempre tenso e infeliz, pois a felicidade ainda vai chegar. O problema é que nunca seremos felizes se não soubermos desfrutar as conquistas do presente. Mais do que esperar por alguma coisa que poderá acontecer é preciso atentar para as alegrias de cada dia.
Um outro problema é relacionar a felicidade com os bens materiais. Pensar que a falta de alguma coisa é motivo para não estar feliz. Se pensarmos assim, realmente a felicidade não existe, pois não é possível viver sem algum tipo de limitação financeira. É preciso saber que melhor do que a quantidade de coisas que temos é o desfrutar das coisas simples e até mais valiosas que o dinheiro. Podemos nos alegrar com a nossa honestidade, filhos, alimentos e roupas.
Felicidade existe quando vivemos com dignidade e humildade, desfrutando a cada dia do melhor que Deus nos proporciona. Podemos ser felizes mesmo diante das limitações e problemas. Se continuarmos lutando com confiança teremos a vitória. Podemos ser felizes se compreendermos que ainda vivemos uma felicidade limitada por nossas fraquezas e pelos acontecimentos negativos. Mas sua plenitude será encontrada no dia em que Jesus voltar para buscar os seus escolhidos. No céu teremos perpétua alegria e regozijo. Não haverá mais lágrimas, dores, vergonha, afronta e sim, felicidade.

A felicidade que vem de Deus nunca morrerá