segunda-feira, 21 de abril de 2008

Preciso de motivação

Gênesis 21.5-7

Tudo o que fizerem, façam de todo o coração, como para o Senhor, e não para os homens (Cl 3.23).

Quantas vezes nos encontramos travados diante de atividades simples por falta de motivação. Olhamos ao redor e não encontramos propósito para muitas coisas que deveríamos estar fazendo. Passamos então a realizar o que não deveríamos ou ficamos à toa por falta de ânimo. Assim nos sentimos oprimidos, tristes e sem força para viver e trabalhar.
A falta de motivação é um problema muito sério que precisa ser resolvido. Para isso precisamos primeiro pedir a Deus que nos dê motivação e alegria. É preciso crer que Ele pode mudar situações e despertar energia no mais fraco, cansado e desanimado. O exemplo do nosso texto base afirma isso. Sara, uma mulher sem filhos que provavelmente vivia uma grande decepção e tristeza devido a este fato, especialmente pelo preconceito da época, recebe a benção de gerar um filho e por isso afirma que Deus lhe deu motivo de riso, “Deus me encheu de riso”. Ela pode ver em sua vida o milagre que Deus pode fazer. Deus é o único capaz de nos motivar, Deus não é limitado pelas impossibilidades humanas.
Para que tenhamos motivação também é importante encarar as atividades de forma correta. Não devemos olhar para as atividades em si e sim olhar para o propósito que alcançaremos se a realizarmos. Não devemos ficar medindo e reclamando do trabalho ou ação que devemos fazer, é preciso começar confiantes do resultado positivo.
Quando realizamos algo devemos fazer como se fosse para Deus. As pessoas podem nos desanimar e nem valorizar o que fazemos, mas Deus nos dá a verdadeira recompensa.
Precisamos de motivação, não podemos ficar parados, o relógio trabalha e nossa oportunidade é agora. Não desperdicemos tempo. Tempo não se guarda, se gasta. Em gratidão à vida que Deus nos deu, façamos a nossa parte.

Em Cristo temos salvação. Esta é a maior motivação.