domingo, 7 de agosto de 2016

O amanhã

Jeremias 35.15-17

Josué ordenou ao povo: “Santifiquem-se, pois amanhã o Senhor fará maravilhas entre vocês” (Js 3.5).

“Amanhã é a coisa mais importante na vida; ele vem até nós numa clara e límpida madrugada. A sua chegada é perfeita e ele se coloca em nossas mãos. O amanhã sempre espera que tenhamos aprendido alguma coisa com o ontem” (John Wayne). Esta frase poética nos faz pensar que a vida nos oferece oportunidades diferentes a cada dia. As melhores oportunidades estarão à disposição daqueles que hoje buscam fazer o melhor em seu dia. Da mesma forma, o amanhã pode ser desastroso para aqueles que andam de forma descuidada buscando o que é mal. Melhor que ficar preocupado com o dia de amanhã é tratar o dia de hoje com carinho. Atento ao que ele quer nos ensinar. Desfrutando as coisas boas e vencendo o mal de cada dia. 
Não sabemos o que vai acontecer amanhã, mas quando vemos que o que plantamos no passado está sendo colhido hoje, se prosseguimos plantando coisas boas, é certo que vamos colher bênçãos amanhã. 
O profeta Jeremias teve a difícil missão de pregar arrependimento ao povo. Ele disse: “Convertei-vos agora, cada um do seu mau caminho, fazei boas as vossas ações” (Jr 35.15). O povo não quis escutar suas palavras e sofreu graves consequências. Esta é a tendência natural do ser humano. Achar que atitudes erradas não irão afetar seu amanhã. Achar que pode comer qualquer alimento que sua saúde não será afetada. Acreditar que o importante é comprar para satisfazer seus desejos e amanhã poderão pagar. Muitos não se importam em viver uma vida de pecado sem qualquer preocupação com as consequência de seus atos. 
É hora de pensarmos bem no que acabamos de ler. O único momento que temos para agir é o momento presente. Hoje é um dia importante na sua vida, é a sua oportunidade de plantar boas sementes que colherá amanhã. Que sempre as suas ações glorifiquem a Deus. “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (I Co 10.31). 


É preciso prosseguir hoje, amanhã e depois de amanhã.