terça-feira, 21 de março de 2017

Siga em frente

Tiago 1.1-5

Irmãos, quanto a mim, não julgo havê-lo alcançado; mas uma coisa faço: esquecendo- me das coisas que para trás ficam e avançando para as que diante de mim estão” (Fp 3.13).

Era uma vez um cocheiro que dirigia uma carroça cheia de abóboras. A cada solavanco da carroça, ele olhava para trás e via que as abóboras estavam todas desarrumadas. Então ele parava, descia e colocava-as novamente no lugar. Mal reiniciava sua viagem, lá vinha outro solavanco e... tudo se desarrumava de novo. Então ele começou a ficar desanimado e pensou: “Jamais vou conseguir terminar minha viagem! É impossível dirigir nesta estrada de terra, conservando as abóboras arrumadas”. Quando estava assim pensando, passou à sua frente outra carroça cheia de abóboras e ele observou que o cocheiro seguia em frente e nem olhava para trás: as abóboras que estavam desarrumadas organizavam-se sozinhas no próximo solavanco. Foi quando ele compreendeu que, se colocasse a carroça em movimento na direção do local onde queria chegar, os próprios solavancos da carroça fariam com que as abóboras se acomodassem em seus devidos lugares. 
Esta ilustração é um bom exemplo para nossa vida. Quando paramos demais olhando os problemas, perdemos tempo e nos distanciamos das nossas metas. É claro que não podemos ignorar os problemas ou achar que eles irão se resolver sozinhos. A aplicação aqui deve ser para os pequenos problemas e distrações do dia a dia. Deixamos de fazer muitas coisas, porque pequenos empecilhos nos atrapalham. Muitos problemas tiram nosso foco e nos atrapalham em seguir adiante. 


Prossiga para o alvo, peça a Deus sabedoria.