segunda-feira, 19 de junho de 2017

Habilidades

1Coríntios 3.10-15

“O sábio é cauteloso e desvia-se do mal, mas o insensato encoleriza-se e dá-se por seguro” (Pv 14.16).

Um pássaro, um peixe, um coelho e um pato se encontraram na floresta e começaram a conversar sobre suas habilidades de como se livrar de um caçador. O pássaro foi o primeiro e disse que sairia voando. O peixe comentou que fugiria nadando. O coelho, por sua vez, disse que começaria a correr. O pato, com ar de superioridade começou a dizer: “Eu sou privilegiado. Eu posso voar como o pássaro, posso nadar sobre as águas, e sei correr muito velozmente. Posso escolher qualquer saída, pois sou muito habilidoso em todos os aspectos”. Olharam para o lado e viram um caçador surgir em meio às árvores. Imediatamente, o pássaro voou, o peixe nadou para o fundo do rio e o coelho saiu em disparada para longe. O pato, com tantas habilidades, não decidiu a tempo e foi apanhado.
Hoje encontramos muitos patos por aí. Pessoas arrogantes, que têm muitas habilidades, só não sabem qual delas realmente é mais importante para a sua vida. Não podemos dar lugar à arrogância. Não podemos pensar que somos melhores que os outros. Não devemos nos comparar ao outro, mas buscar o próprio caminho. Não podemos viver sem foco apropriado. Seja na área profissional, sentimental ou espiritual, é preciso seguir um caminho específico. É preciso especializar-se em uma profissão específica. É preciso cuidar e viver para a sua família e buscar seguir ao único Deus que a Bíblia apresenta. 


O sábio busca o caminho da vida.