quinta-feira, 6 de julho de 2017

Divulgação

Romanos 1.16-17

“Pois não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê, primeiro do judeu e também do grego” (Rm 1.16).

Em um sítio, costumavam contar uma parábola interessante sobre algumas galinhas. Havia um grupo de galinhas muito bem organizado. Elas formaram inicialmente uma cooperativa e, com o passar do tempo, possuíam um império econômico construído a partir da renda obtida com a venda de ovos. Certo dia, uma das galinhas foi fazer uma visita a uma amiga pata. Lá viu grande pobreza. As patas enfrentavam dificuldades econômicas sérias. Era uma crise que durava já algum tempo. A galinha ficou intrigada com a situação, afinal, os ovos das patas são muito maiores do que os das galinhas, e deveriam valer muito mais. De volta ao galinheiro, resolveu conversar com uma galinha mais experiente, que conhecia muito bem o negócio de venda de ovos. Não consigo entender por que as patas estão passando necessidades. Elas põem ovos muito maiores e mais nutritivos do que nós. Qual o problema com elas? - indagou. A galinha mais experiente respondeu: - O problema com as nossas amigas patas é a divulgação. Quando elas põem um ovo, quase não fazem barulho e assim ninguém fica sabendo. Nós, ao contrário, quando colocamos um ovo, saímos pelo sítio fazendo um verdadeiro escândalo. Todos ficam sabendo que colocamos um ovo. 
Vemos hoje muita divulgação boa de coisas sem importância. Muita divulgação boa do pecado e seus prazeres. Devemos reconhecer que estamos em falta em divulgar mais as boas novas do evangelho. Somos como as patas que têm o melhor produto, mas não sabem divulgá-lo.


Não devemos nos envergonhar, nem envergonhar o evangelho, mas anunciar.