quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Para glória

Salmo 29

“A todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória, e que formei, e fiz” (Is 43.7). 

Deus nos criou para sua glória. Deus nos criou para magnificar sua grandeza. Ele nos criou para mostrar sua bondade, verdade, beleza, sabedoria e justiça. Se Deus nos criou com este propósito, deveríamos nos lembrar então de viver cada dia para sua glória. Como fazer isso? John Piper diz: “A maior demonstração da glória de Deus vem de um profundo prazer em tudo o que ele é. Deus nos criou de tal forma que ele é mais glorificado em nós quando estamos mais satisfeitos nele”. Concordo com o que ele diz, mostrar que estamos satisfeitos com tudo o que Deus é para nós, reconhecer o valor dele, é a forma mais direta de viver para a glória de Deus. Como podemos dizer que glorificamos a Deus se estamos vivendo em desobediência, discórdias, desconfiança, desamor. Glorificar a Deus é viver em gratidão e contentamento constantemente. É reconhecer o grande amor de Deus. É alegrar-se no Senhor. 
Deus nos tem dado muitos motivos para que o glorifiquemos. Como não glorificar aquele que nos criou, aquele que nos faz respirar, aquele que nos dá a vida eterna? Se um dia você acordar desmotivado, lembre-se que pelo menos por um motivo você está de pé: para a glória de Deus. Que nossas ações não sejam mecânicas. No lugar de uma vida de correria, aprecie cada dia glorificando a Deus. “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1Co 10.31). 


Minha salvação e a minha glória dependem de Deus.