quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Vossos guias

1Timóteo 5.17-20

“Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma, como quem deve prestar contas, para que façam isto com alegria e não gemendo; porque isto não aproveita a vós outros” (Hb 13.17).

Obedeçam aos seus líderes e sigam as suas ordens. Esta frase parece ser pouco agradável. Palavras como obedecer, submeter, estão fora de moda. Mas a autoridade que o próprio Deus dá a alguém deve ser reconhecida. O motivo do respeito, conforme o texto, é porque os líderes da igreja têm a responsabilidade de cuidar de nós espiritualmente. Sobre esta tarefa, eles irão prestar contas a Deus. O amor e o respeito de nossa parte irão facilitar o trabalho deles. Irão exercer sua função com alegria e maior disposição. O líder da igreja é um servo. Ser líder é trabalhar para a igreja. Ele não é alguém que deve receber elogios com um fã ao seu ídolo. O guia deve ser ajudado no seu trabalho de liderança, sendo respeitado. Devemos ouvir os seus ensinamentos com atenção.  
É preciso amar nossos pastores, presbíteros, diáconos, pessoas que ocupam cargos de liderança. Obedecei aos vossos guias. Quando os membros da igreja os seguem, a igreja caminha junto para o seu propósito. Se não for assim, instala-se a desunião e não há desenvolvimento. É claro que a obediência deve ser aos líderes que são fiéis ao seu ofício e à Bíblia. Existe muita gente dizendo que é pastor, presbítero, líder de igrejas, mas são, na verdade, falsos profetas. Mas isso não é motivo para desprezarmos e desrespeitarmos a liderança da igreja, como acontece muitas vezes. Estejamos firmes no trabalho de Deus e que aprendamos a amar nossos líderes. 


A quem honra, honra.