quarta-feira, 4 de outubro de 2017

Noite do choro

Salmo 30.1-5

Este dia é consagrado ao nosso Senhor; portanto, não vos entristeçais, porque a alegria do SENHOR é a vossa força” (Ne 9.10b).

De noite as dores se intensificam, a ponto de, às vezes, vir o choro como consequência da dor. Embora tentemos nos mostrar fortes durante o dia, prendendo as lágrimas, uma hora já não conseguimos segurá-las. Uma mensagem muito confortadora do Devocionário Cada Dia dizia: “A noite do choro parece longa e tenebrosa. O choro teima em segurar-nos com garras pontiagudas. O choro, porém, não vai durar para sempre. “O choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria vem pela manhã”. O nosso Deus enxugará dos nossos olhos toda lágrima. Caminhamos para a cidade santa, a nova Jerusalém, onde não haverá tristeza nem dor. Enquanto caminhamos para lá, Jesus, o nosso consolador, é aquele que diante dos dramas da nossa vida, diz-nos com autoridade: Não chores!”.
É promessa de Deus: “O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã” (Sl 30.5). O tempo do choro é limitado. Tem hora para acabar. Graças a Deus podemos estar certos de que o tempo da alegria vai chegar. O choro agora tem seu papel importante. Ele faz melhor nosso coração, ele coloca cada um de nós em lugar de humildade. Ele é a tempestade que será seguida do mais belo arco íris. O choro causado pelo pecado presente na humanidade dará lugar a perpétua alegria da aliança com Deus, em Cristo Jesus nosso Senhor e Salvador. A alegria que o SENHOR nos dá a cada dia, nos fará fortes em tempos ruins. 


Gritos de alegria tomarão o lugar do pranto e da dor.