terça-feira, 31 de outubro de 2017

Sempre reformando

Salmo 80.17-19

“Tenho ouvido, ó SENHOR, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó SENHOR, no decorrer dos anos, e, no decurso dos anos, faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia” (Hc 3.2)

A igreja precisa sempre manter-se firme na Palavra de Deus. A igreja precisa sempre de reforma. A reforma é o começo do reavivamento. Reforma, mais do que mudança, é uma busca por novidade. Reforma é um retorno à verdade das Escrituras Sagradas. É o retorno à santidade ao compromisso com Deus. É quando a igreja volta a ensinar a mensagem simples e transformadora do evangelho no lugar de pregar heresias vindas de uma falsa interpretação da Bíblia. 
Reforma então é, em primeiro lugar, uma volta às Escrituras. Para que qualquer mudança aconteça em nós, ela deve ser originada na Palavra. Uma igreja verdadeira tem que ser uma igreja bíblica. A reforma é, em segundo lugar, fortalecida pela oração. Não existe reforma sem oração. Uma igreja que não se humilha diante de Deus em oração, um crente que não ora, não tem autoridade, não conhece a vontade e o poder de Deus. Em terceiro lugar, a reforma é uma volta a santidade. Desejo pela intimidade com Deus. Uma busca por piedade. Um clamor pela verdade teórica ser aplicada na vida de forma prática. 
Uma verdadeira reforma só poderá acontecer em nossa vida e igreja através do mover de Deus em nosso favor. Este reavivamento que origina a reforma é uma obra exclusiva de Deus. E quando ela acontece, a igreja se torna verdadeira influência no mundo. Nós somos usados por Deus como sal e luz no mundo. 


Igreja reformada, que esteja sempre reformando.