quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Confie em Deus

Oseias 11.1-9

“Arastes a malícia, colhestes a perversidade; comestes o fruto da mentira, porque confiastes nos vossos carros e na multidão dos vossos valentes” (Os 10.13).

No livro de Oseias o povo é acusado de idolatria. O pecado de idolatria é chamado de “adultério”, pois o povo é chamado de noiva de Deus e, ao invés de serem fiéis ao seu noivo, preferiram se entregar a outros deuses. Em Oseias 11.2 encontramos uma forte acusação: “Quanto mais eu os chamava, tanto mais se iam da minha presença”. Viveram em uma infidelidade constante. A raiz desta idolatria pode ser encontrada em Oseias 10.13: “porque confiastes nos vossos carros”. “Ao invés de confiar no Senhor, o povo transferiu sua confiança do Marido fiel para outra coisa. Sempre que você transfere sua confiança para outra coisa, tal coisa é um ídolo” (R W Glenn). Ao invés de olharem para Deus para serem salvos de seus inimigos, estavam olhando para o seu próprio poder, seus próprios recursos, sua própria força militar.
Este é o perigo que corremos. Todos nós temos problemas que precisam ser resolvidos. Problemas externos e internos. Problemas que muitas vezes tentamos resolver sozinhos, sem a ajuda de Deus. Uma vida que procura por si mesma para salvar, além de falhar, é uma vida de idolatria. A única solução para a nossa condição é nos rendermos ao amor de Deus. Lembrar que precisamos orar e buscar a ajuda de Deus, que dependemos da constante misericórdia de Deus, que podemos contar com seu amor. Deus disse: “Como te deixaria? Eu não vou desistir de você”. Confie em Deus. Ele nos ama, não porque somos perfeitos, mas porque somos seus filhos. 


Somente olhando para o amor de Deus podemos abandonar nosso “Eu”.