quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Lendo e comedo

1João 2.3-6

“Porque guardaste a palavra da minha perseverança, também eu te guardarei da hora da provação que há de vir sobre o mundo inteiro, para experimentar os que habitam sobre a terra” (Ap 3.10).

Ler é muito bom. Principalmente quando se sabe escolher bons livros e autores. Ler é uma experiência especial. Lendo, podemos viajar por vários países, conhecer muitas pessoas, aprender muitas coisas. Achei interessante a descrição de um escritor sobre o que a leitura era para ele. Veja: “Há autores que amei, devorei. Passaram a fazer parte do meu corpo. Aquilo que se come não continua o mesmo, depois de comido. É assimilado – fica semelhante a mim. Batatas, cenouras e carnes, uma vez comidas, deixam de ser batatas, cenouras e carnes. Passam a ser parte de mim mesmo, minha carne, meu sangue. Assim acontece com os autores que devorei e cito. Só os cito porque se tornaram parte da minha carne e do meu sangue. Eu os conheço “de cor” – isto é, como parte do meu coração. Deixaram de ser eles. São eu” (Rubem Alves). 
Tenho certeza que a leitura da palavra de Deus nos leva aos melhores lugares. Nos dá acesso ao conhecimento de Deus. Quando devoramos esta palavra, quando comemos a palavra de Deus, ela passa a ser parte de nossa vida. Nossas decisões já não são nossas, nossos desejos são purificados e encontramos força nas maiores provações. João diz em 1João 2.14 que os jovens eram fortes e venciam o maligno porque a palavra de Deus permanecia neles. Quanto mais lemos a Bíblia, mais somos transformados. A palavra de Deus é o melhor alimento. 


Ler e comer a palavra é a forma de nos mantermos saudáveis.