quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Papel amassado

1Coríntios 16.10-14

Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos (Ef 2.10).

Li esta história de um autor desconhecido que dizia: Quando criança, por causa de meu caráter impulsivo, eu perdia a paciência à menor provocação. Na maioria das vezes, depois desses incidentes, me sentia envergonhado e me esforçava por consolar a quem tinha magoado. Um dia, meu professor me viu pedindo desculpas a um amigo, depois de uma explosão de raiva. Após o ocorrido, ele me entregou uma folha de papel lisa e me disse:
– Amasse-a. Bem apertada.
Com medo, obedeci e fiz com ela uma bolinha.
– Agora, deixe-a como estava antes – disse o professor.
Óbvio que não pude deixá-la como antes. Por mais que tentasse, o papel continuava cheio de pregas.
Então, o professor me explicou:
– O coração das pessoas é como esse papel. A dor que a eles causamos será tão difícil de apagar como esses amassados na folha.
Assim, aprendi a ser mais compreensivo e paciente. Quando sinto vontade de estourar, lembro daquele papel amassado. 
Todos os dias deixamos marcas nas pessoas. Boas e más impressões. Esta impressão é impossível de se apagar. No lugar de vivermos tentando consertar os erros que cometemos no passado, no início de cada dia devemos pedir a Deus que nossas atitudes sejam boas e feitas com amor. Para isso é preciso estar sempre alertas, na fé fortalecidos. Que as únicas marcas que deixarmos na vida das pessoas sejam belas lembranças. Que nossos amigos, irmãos e conhecidos tenham saudade das coisas boas que fizemos. Como ensina Salomão, em Provérbios 3.27: “Quanto lhe for possível, não deixe de fazer o bem a quem dele precisa”. Que a nossa vida seja uma busca pelo aprendizado de fazer o bem e longe de nós esteja o oprimir as pessoas. Feliz é aquele que trata com bondade as pessoas. Fazer o bem ao próximo é honrar a Deus. Como nos ensina a Bíblia, os misericordiosos alcançarão misericórdia. 

Faça tudo com amor.