quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Rejeite o presente

2Timóteo 2.22-26

Mas regozijem-se e alegrem-se em ti todos os que te buscam; digam sempre aqueles que amam a tua salvação: “Grande é o Senhor!” (Sl 40.16).

Um mestre muito paciente foi abordado por um de seus alunos com a pergunta: - Como você consegue ser tão tranquilo e paciente? Ele respondeu: - Se alguém vem até você com um presente e você não o aceita, a quem pertence o presente? - A quem tentou entregá-lo - respondeu o aluno. - Exatamente. O mesmo vale para a inveja, a raiva e os insultos. Quando eles não são aceitos, continuam pertencendo a quem os trazia consigo. As pessoas não podem lhe tirar a calma. Só se você permitir...
Muitas coisas ruim chegam até nós em forma de presente. Aparentemente não tem como rejeitar. O problema é que ao receber e abrir o presente, estamos permitindo que aquilo faça parte de nossa vida. Muitas coisas boas também são oferecidas, estas devem ser recebidas. Estes sim podem ser chamados de verdadeiros presentes. Devemos recebê-los e compartilhar com outras pessoas. 
Não deixe que a irritação, a grosseria, a violência de outras pessoas venham mudar sua forma de agir e pensar. Não deixe que o pecado, a malícia de outras pessoas venham influenciar suas ações. Isso acontece quando nos aproximamos de pessoas ruins. Somos influenciados pelos que estão próximos de nós. O único presente que estas pessoas podem nos dar é nos fazer mais parecidos com elas. Precisamos cuidar de nossa identidade. Devemos viver de forma a agradar a Deus. Ser pacientes, piedosos, firmes em nossas decisões. Para isso é preciso nos aproximarmos mais de Deus. Ele tem o melhor presente para nos dar. Sob a influência de Deus crescemos em maturidade. A bondade e a justiça vão sendo ampliadas em nós. 
Portanto, como ensina Paulo em 2Timóteo 2.22-23: “evite as controvérsias tolas e inúteis, pois você sabe que acabam em brigas”. No lugar disto: “Olhem para o Senhor e para a sua força; busquem sempre a sua face” (1Cr 16.11).


Maturidade é saber qual presente devo abrir.