quinta-feira, 1 de março de 2018

Bem humorado

Salmo 33.1-5

Quem despreza o próximo comete pecado, mas como é feliz quem trata com bondade os necessitados! (Pv 14.21)

Você se irrita com facilidade? As circunstâncias podem mudar seu humor de repente? Consegue manter naturalidade quando mal-tratado pelos outros? Precisamos tomar cuidado com o grande problema que aflige muitas pessoas que vivem constantemente mal humoradas. Pessoas que podem até estar bem, mas facilmente se deixam incomodar pelo mau humor dos outros. Conta-se uma história que um colunista acompanhava um amigo a uma banca de jornais. O amigo cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas recebeu de volta um tratamento rude e grosseiro. Pegando o jornal que havia sido atirado em sua direção, o amigo do colunista sorriu polidamente e desejou um bom fim de semana ao jornaleiro. Quando os dois amigos desciam pela rua, o colunista perguntou: - Ele sempre trata você com essa grosseria? - Sim, infelizmente sempre foi assim... - E você é sempre tão polido e amigável com ele? - Sim, procuro ser. - Por que você é tão educado, já que ele é tão grosseiro com você? - Porque não quero que ele decida como eu devo agir.
A Bíblia fala muitas vezes sobre a bondade de Deus para com a nossa vida. Fala que devemos amar nosso próximo. Quando fazemos bem aos outros, estamos fazendo bem ao nosso próprio coração. Tratar os outros com bondade é uma forma de honrar a Deus e expressar que reconhecemos que ele cuida de nós. 
Além de tratar os outros bem, é importante saber lidar com situações em que somos mal-tratados. Não basta sorrir e ser calmo com quem é agradável. Precisamos manter a calma quando somos desafiados, perseguidos. Como nos ensina a história dos amigos na banca de jornal. Não posso deixar que os outros definam meu humor. Não sou forçado a agir grosseiramente só porque fui mal-tratado. 
Que nossa vida seja em busca da paz. Mais do que sermos contaminados pelos ambientes e pessoas, que a nossa presença venha a transformar os outros. 


Semeie paz e colha tranquilidade.