sábado, 24 de março de 2018

Chame o técnico

Hebreus 10.19-23

Deixo-lhes a paz; a minha paz lhes dou. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo (Jo 14.27).

O trator de um fazendeiro estava enguiçado e o fazendeiro chamou um técnico. Depois de uma verificação completa no veículo, o técnico pegou um martelo e deu uma única martelada numa determinada parte do motor. A máquina voltou a funcionar como se nunca tivesse dado problema. Quando, porém, o fazendeiro viu a conta, ficou zangado e reclamou:
— Como o senhor quer cobrar um valor desse por apenas uma única martelada?
— Meu amigo - respondeu o homem, pela martelada em si cobrei um valor muito baixo. O que cobrei mesmo foi pelo conhecimento de onde o golpe tinha que ser aplicado.
Ilustrações como esta comumente são usadas para falar sobre a importância do profissional. E é uma grande verdade. Não devemos depreciar o trabalho de ninguém. O que alguém faz com aparente facilidade é na maioria das vezes fruto de muito trabalho e dedicação. 
Quero destacar aqui uma outra coisa. Veja a frase: “Resolver o problema com uma única martelada”. Quantos problemas enfrentamos diariamente e ficamos tentando resolvê-los sem sucesso. Quantas pessoas vivem tristes, abatidas, nada parece ter sabor. Todo vazio do coração humano pode ser resolvido “com uma única martelada”. Da mesma forma que uma doença é curada com um único remédio apropriado, como um mecânico conserta um carro trocando apenas uma peça, só encontramos sentido para a vida quando andamos com Jesus. Ele é o único caminho, a verdade e a vida. É preciso chamar o técnico. Orar, confessar  os pecados, pedir para que Jesus faça uma verificação completa em nós. Somente a ação de Jesus pode nos dar nova vida, nos fazer funcionar de verdade. Não podemos tentar resolver nossos problemas sozinhos. Precisamos de Deus. Podemos nos achegar a ele, ele não cobra seus serviços. É com grande amor que deu sua vida para nos salvar. Pela fé podemos ter acesso a sua graça e salvação. 


Buscar a melhor solução é o caminho certo.