segunda-feira, 2 de julho de 2018

Alegria do Senhor

Neemias 8.8-12

Alegrem-se no Senhor, justos, e louvem o seu santo nome (Sl 97.12).

Uma pergunta difícil de responder é: Você é feliz? Difícil, pois os nossos sentimentos alternam com muita facilidade. Em um momento estamos felizes e logo após desanimados. 
Mais importante do que responder se você é feliz ou infeliz, é responder o que é que te deixa feliz ou triste. Sua felicidade está ligada a quanto você tem guardado no banco? Em Neemias 8, encontramos um povo que em um momento estava triste e depois feliz. A felicidade daquelas pessoas não estava em qualquer conquista terrena. Vemos também um povo chorando, só que o choro não era devido a alguma perda financeira ou necessidade física. Depois da leitura e exposição da Palavra por parte de Esdras, eles ficaram comovidos pelo que tinham ouvido. Se entristeceram por causa de seus pecados. Mas foram confortados por Neemias que lhes disse: “Este dia é consagrado ao nosso Senhor. Não se entristeçam, porque a alegria do Senhor os fortalecerá” (Ne 8.10). 
A origem da verdadeira alegria é divina: “A alegria do Senhor”. “Essa não é uma alegria circunstancial, momentânea, sentimental. O povo regozija-se não apenas por causa de Deus, mas em Deus: Sua graça, Seu amor, Seus dons. É na presença de Deus que há plenitude de alegria. É a alegria de Deus, indizível e cheia de glória. Quem conhece essa alegria não olha para trás como a mulher de Ló. Quem bebe da fonte das delícias de Deus não vive cavando cisternas rotas. Quem bebe das delícias de Deus não sente saudades do Egito. Essa alegria é a nossa força” (Hernandes Dias Lopes). 
É interessante destacar também que a mudança na vida do povo aconteceu quando eles se reuniram para ouvir a leitura e exposição da Bíblia. Um grande reavivamento aconteceu como resultado da observância e obediência à Palavra de Deus. Quando nosso propósito primeiro é buscar a Deus, somos tomados pela alegria. Mas aquele que tenta buscar primeiro a alegria acaba se afastando de Deus. 

A alegria pode ser reencontrada na adoração e na palavra de Deus.