quarta-feira, 19 de setembro de 2018

O retorno

Oséias 14.1-11

Assim, aproximemo-nos do trono da graça com toda a confiança, a fim de recebermos misericórdia e encontrarmos graça que nos ajude no momento da necessidade (Hb 4.16). 

O pecado é o grande mal da humanidade. Graves são as consequências de sua prática. Deus não deixa impune o pecador. Mas o objetivo principal de Deus em denunciar o pecado não é a condenação e sim a reconciliação. É vontade de Deus que o pecador se arrependa. O caminho do retorno à comunhão com Deus está aberto. “Volte, ó Israel, para o Senhor, o seu Deus” (Os 14.1). 
O profeta Oséias conclama o povo ao arrependimento, a buscar a Deus, a se humilhar na presença do Senhor e se converter de seus maus caminhos. Ele apresenta ao povo as promessas de Deus aos que buscarem a restauração. 
Primeira promessa: Cura espiritual. “Eu curarei a infidelidade” (Os 14.4a). Deus dá um novo coração. “Esta cura se dá pelo amor de Deus derramado em nosso coração. Sua demonstração na pessoa de Jesus transforma nossa maneira de ver a nós mesmos e ao mundo e nos leva a detestar tudo o que nos afasta de Deus” (Dario Cardoso). 
Segunda promessa: Vitalidade. “Serei para Israel como orvalho” (Os 14.5a). Em uma nova vida de comunhão com Deus, somos transformados. A comparação é com uma árvore que floresce, que tem raízes profundas e cresce saudável. Teremos uma vida que exala perfume e beleza, uma transformação radical. Salmos 92.13 afirma: “Plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus”. Antes o povo representava vergonha, agora tem honra resplandecente. 
Terceira promessa: Comunhão com Deus. “Eu te ouvirei” (Os 14.8b). Teremos uma vida na presença de Deus, uma vida sob os cuidados de Deus: “Eu te ouvirei e cuidarei de ti”. Grande é o amor de Deus em permitir esta comunhão. Mesmo depois de nossa rebeldia em pecar, mesmo não sendo nós merecedores de seu perdão, temos em Cristo comunhão com o Pai. 
Reconcilie-se com Deus. Em Deus temos alegria plena. Ele restaura nosso ser e nos dá vida eterna. 

Retorne aos caminhos de Deus.