quinta-feira, 3 de janeiro de 2019

Fazendo o bem


Leitura Bíblica: Romanos 12.9-21

“Não te furtes a fazer o bem a quem de direito, estando na tua mão o poder de fazê-lo” (Pv 3.27).

Apegar-se em fazer o bem ao próximo é um mandamento de Deus para todos nós. Paulo diz que o amor deve ser sem hipocrisia. Deve ser verdadeiro, deve ser prático. Amar é doar-se, amar é servir ao próximo. Amar o próximo é o contrário do egoísmo, do amor próprio em excesso. O amor ao próximo tem sua máxima expressão na tolerância em não revidarmos contra aquele que nos persegue. “…abençoai os que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis” (Rm 12.14).
Li um texto de autor desconhecido que expressa bem esta ideia e necessidade de fazer o bem ao próximo, que diz: “Quando tocamos em algo, deixamos as nossas impressões digitais. Quando tocamos as vidas das pessoas, deixamos nossa identidade. A vida é boa quando você está feliz. Mas a vida é muito melhor quando os outros estão felizes por causa de você. Seja fiel ao tocar os corações dos outros, seja uma inspiração. Nada é mais importante e digno de praticar do que ser um canal das bênçãos de Deus. Nada na natureza vive para si mesmo. Os rios não bebem sua própria água. As árvores não comem seus próprios frutos. O sol não brilha para si mesmo. E as flores não espalham sua fragrância para si. Jesus não se sacrificou por si mesmo, mas por nós. Viver para os outros é uma regra da natureza. Todos nós nascemos para ajudar uns aos outros. Não importa quão difícil seja a situação em que você se encontra, continue fazendo o bem aos outros”. 
Fazer o bem é a única forma de vencer o mal. Compartilhar o que temos é a melhor forma de demonstrarmos a gratidão por tê-lo recebido de Deus. Desejar o mal ao próximo é uma forma de manifestar a maldade do nosso coração. Já desejar o bem é uma demonstração do caráter de um filho de Deus. Que Deus nos ajude e que nossas ações sejam abençoadoras, que nossos encontros com as pessoas sejam simpáticos e produtivos. Sigamos o que Paulo disse: “Esforçai-vos por fazer o bem” (Rm 12.17b). 

Vive em paz quem promove a paz.