terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Nova novidade


Leitura Bíblica: Romanos 6.4-11

Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou antes para nós as praticarmos (Ef 2.10).

Novo de novo. Parece que tudo tem que ser reinventado a cada instante. É o celular novo, novos sabores de comidas, nova coleção de roupas. Como a vida se tornou descartável. O que acabou de ser lançado, logo se torna ultrapassado, obsoleto. Parece que o legal é ser diferente, ser oposição ao que está em moda e assim se tornar a mais nova moda. O que é novidade já nasce com seus dias contados. 
Vivendo neste mundo e entrando nesta onda, gastamos muito dinheiro e perdemos muito tempo. Desperdiçamos nossa energia e atenção em futilidades. Sempre estaremos infelizes, pois é impossível acompanhar tudo e comprar tudo. O pior é que até a forma de cultuar a Deus tem sofrido com esta busca por novidades. Muitos estão atrás de novas experiências, novas visões e acabam por abandonar a simplicidade do evangelho.  
Precisamos entender que o novo é sempre bem-vindo, mas ele não deve ser nosso combustível, nossa motivação. Devemos apreciar o que é novo sem desprezar o que é antigo. Cuidado com as distrações que a busca pelo novo pode levar. O novo na verdade é uma transformação de algo que já existiu. É um olhar diferente para as mesmas coisas. “O que foi é o que há de ser; e o que se fez, isso se tornará a fazer; nada há, pois, novo debaixo do sol. Há alguma coisa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Não! Já foi nos séculos que foram antes de nós. Já não há lembrança das coisas que precederam; e das coisas posteriores também não haverá memória entre os que hão de vir depois delas” (Ec 1.9-11 RA). 
A maior novidade que devemos buscar é a novidade de vida. “Como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim também andemos nós em novidade de vida” (Rm 6.4). Nossa principal busca deve ser a de viver nova vida, servindo em novidade de espírito. 

Vivamos em novidade de vida.