terça-feira, 14 de maio de 2019

A sua beleza


Leitura Bíblica: Jeremias 1.4-10

Forjem os seus arados, fazendo deles espadas; e de suas foices façam lanças. Diga o fraco: Sou um guerreiro! (Jl 3.10)

Um carregador de água na Índia levava dois potes grandes, ambos pendurados em cada ponta de uma vara, a qual ele carregava atravessada em seu pescoço. Um dos potes tinha uma rachadura, enquanto o outro era perfeito e sempre chegava cheio de água no fim da longa jornada entre o poço e a casa do seu senhor; o pote danificado chegava apenas pela metade. Após perceber que por dois anos havia sido uma falha amarga, o pote danificado falou para o homem à beira do poço: - Estou envergonhado, e quero pedir-lhe desculpas. Por causa do meu defeito, você tem que fazer todo esse trabalho, e não ganha o salário completo dos seus esforços, disse o pote. O homem com compaixão falou: - Quando retornarmos a casa do meu senhor, quero que percebas as flores ao longo do caminho. Quando chegaram disse o homem ao pote: - Você notou que pelo caminho só havia flores no seu lado? Eu, ao conhecer o seu defeito, tirei vantagem dele e lancei sementes de flores no seu lado do caminho, e cada dia enquanto voltávamos do poço, você as regava. Por dois anos eu pude colher flores para ornamentar a mesa do meu senhor. Sem você ser do jeito que você é, ele não poderia ter esta beleza para dar graça à sua casa. 
Cada um de nós tem as suas limitações e diferenças. Não podemos ser como os outros. Uns carregam mais água do que os outros. Mas sempre podemos ser úteis para realizar alguma coisa. Somos todos importantes para servir a casa do pai, seja com flores ou água. 
Quando Jeremias recebeu o chamado de Deus começou a falar sobre suas limitações. Não se achava apto para tão grande missão. Ele disse: “Ah, Soberano Senhor! Eu não sei falar, pois ainda sou muito jovem” (Jr 1.6). Mas Deus o fortaleceu mostrando que lhe daria as palavras certas, que estaria com ele. Aquele que Deus chama e separa para realizar a sua obra, recebe de Deus força e autoridade. 

Das nossas fraquezas podemos tirar forças.