domingo, 2 de junho de 2019

Verdadeira grandeza


Leitura Bíblica: Lucas 17.7-10

E quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo (Mt 20.27). 

Para o mundo, grandeza é muito dinheiro, posição social e poder. Para Deus, grande é o que serve. Roy Hession fala em cinco características de um escravo: “1. Ele deve estar disposto a receber uma tarefa depois da outra sem poupar a si mesmo. 2. Não deve esperar gratidão pelo que faz. 3. Depois de ter feito tudo, não pode dizer que seu senhor é egoísta. 4. Deve reconhecer que, na realidade, é um servo inútil. 5. Deve admitir que, se suportar e fizer com mansidão e humildade tudo o que lhe é ordenado, não terá feito um milímetro além da sua obrigação”. 
Devemos almejar a grandeza, mas a grandeza ensinada por Jesus. Quando a mãe dos filhos de Zebedeu pediu que eles se assentassem um à direita e outro à esquerda de Jesus no céu, ele demonstrou que a grandeza tinha início na humildade e humilhação. Jesus explicou que no reino do mundo os governantes dominam os governados. No reino de Deus quem quer ser o primeiro, deve ser escravo. Jesus dá seu próprio testemunho dizendo: “o Filho do homem,  não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Mt 20.28).
Muitos querem os primeiros lugares, mas poucos querem ser servos. Conta-se que um dos mais graduados docentes de um seminário bíblico encontrava o banheiro masculino todo alagado depois da higiene matinal dos alunos. Ele limpava pacientemente as pias e se ajoelhava para enxugar o piso. Suas melhores lições não foram transmitidas exclusivamente em sala de aula. Os alunos sentiram-se humilhados e incentivados pelo exemplo do respeitado professor, que limpava o que eles sujavam. Pelo amor, sirvam uns aos outros. Quem não quer servir e confortavelmente gosta de ser servido demonstra egoísmo. Quem é humilde gosta de servir, demostra amor e respeito para com os outros. O egoísta mostra o quanto sua grandeza é pequena. O humilde, através de seu amor, demonstra o quanto é grande. 

Seja grande aos olhos de Deus.