domingo, 3 de novembro de 2019

O problema sou eu!


Leitura Bíblica: Romanos 3.21-26

O Senhor sonda todos os corações e conhece a motivação dos pensamentos. Se você o buscar, o encontrará (1Cr 28.9b).

No começo do século XX, quando os editores do jornal Times, de Londres, pediram a alguns escritores eminentes que contribuíssem com alguns artigos pequenos sobre o tema “O que há de errado com o mundo?”, G. K. Chesterton respondeu: Prezados Senhores, Eu. Cordialmente, G. K. Chesterton. Acredito que quando identificamos qualquer problema deveríamos começar olhando para nós mesmos. É fácil de identificar a culpa das outras pessoas. Como diz o provérbio português: “O diabo é o outro”. Pensamos que o pecador é o outro. Não é tão fácil perceber que também fazemos parte do problema. Admitir que muitas vezes o problema somos nós. Qual é o problema de sua igreja? De seu casamento? De sua escola? 
O pecado atingiu toda a raça humana. “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram” (Rm 5.12). Em Cristo temos o perdão e a salvação. “Porque, como, pela desobediência de um só homem, muitos se tornaram pecadores, assim também, por meio da obediência de um só, muitos se tornarão justos” (Rm 5.19). Mesmo atingidos pela graça de Deus, ainda somos pecadores. Vivemos em um processo de santificação. Mas precisamos lutar diariamente contra o pecado. Devemos admitir que somos falhos e confessar os nossos pecados. O grande perigo que corremos é exatamente ampliar a visão do pecado dos outros negando os nossos erros, tendo desculpas prontas para explicar nossas falhas e pecados. Esta negação é inimiga da confissão. A forma mais comum de negação de nossos erros é a acusação das falhas dos outros.
Provérbios 16.2 diz: “Todos os caminhos do homem são puros aos seus olhos, mas o Senhor pesa o espírito”. Precisamos pedir que Deus esquadrinhe nossos pensamentos e coração. Nos mostre o que está errado, e que nos perdoe e nos corrija. 

Deus ilumina o nosso coração.