terça-feira, 22 de abril de 2008

Perdida no Esquecimento

2 Reis 22.3-13

Todavia, amados, lembrem-se do que foi predito pelos apóstolos de nosso Senhor Jesus Cristo (Jd 1:17).

Imagine quantas pessoas, objetos, situações estão diante de nós desde o momento em que levantamos. Nosso cérebro seria incapaz de guardar tantas coisas. O Dr. Drauzio Varella disse o seguinte em um programa de televisão: “se quiséssemos observar em detalhes tudo que está acontecendo, ficaríamos alucinados. Então por questão de sobrevivência, o cérebro nem tenta fazer isso. Ele decide, por conta própria, qual vai ser o foco de nossa atenção. O restante fica em segundo plano”.
O fato é que nem sempre o cérebro acerta o alvo da atenção. Podemos estar deixando no esquecimento coisas importantes. No texto básico desta mensagem podemos ver que o livro mais importante, que deveria estar orientando a vida das pessoas, estava perdido. Ele foi guardado ou deixado no templo enquanto outras coisas se tornaram prioridade. Por isso aquele povo se desviou do caminho correto e estava andando conforme o que achava melhor. Quando encontrou os escritos bíblicos deu novamente atenção a eles, confessou seus pecados e foi recompensado.
O que aconteceu no período dos reis é o mesmo que acontece hoje. Muitas pessoas até tem uma Bíblia, mas ela está perdida, esquecida. A Palavra de Deus pode até estar em casa, aberta em algum lugar, mas não tem recebido a atenção que deveria.
Cada vez mais nossa atenção é invadida pelas mais variadas informações que tentam nos persuadir, tirando nossa atenção da Bíblia que deve ser nosso manual de vida. É preciso lembrar que nosso cérebro não consegue guardar tudo o que vê pela frente, por isso a Bíblia deve ser o alvo de nossa atenção com prioridade.
Semelhantemente muitas outras coisas podem estar sendo esquecidas, sendo desprezadas, como o cuidar da família, a oração, a humildade, a hospitalidade e tantas outras virtudes que devemos buscar.

Lembre-se do que é mais importante.