segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Firmeza inabalável

1Coríntios 15.53-57

Portanto, meus amados irmãos, sede firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o vosso trabalho não é vão” (1Co 15.58).

O desânimo, a frouxidão, a preguiça e a apatia espiritual têm adoecido muitas pessoas.
Não haverá sobrevivência religiosa se não houver firmeza. Um artigo do Rev. Elben Lenz César diz o seguinte: Sem firmeza ninguém suporta a pressão da carne, a pressão do curso deste mundo e a pressão do diabo. Sem firmeza ninguém suporta a tristeza, a depressão e o estresse. Sem firmeza ninguém suporta o imprevisto, o revés e a ruína. Sem firmeza ninguém suporta a indiferença alheia, o desamor e o ódio. Sem firmeza ninguém suporta a falta de emprego, a falta de dinheiro e a falta de comida.
Muitos tem abandonado o compromisso da fidelidade a Cristo. Não têm mais entusiasmo. Pela ausência de firmeza estão abandonando a fé, a esperança e o amor.
Como resgatar a firmeza e com ela a esperança, a alegria e a paz? Nossa firmeza está nas promessas de Jesus. Sim, firme, firme, posso ser. Firme nas promessas de Jesus. A firmeza vem do conteúdo da promessa proferida nas Escrituras. Paulo fala sobre a ressurreição e quando diz aos irmãos que eles deveriam ser firmes e inabaláveis, acaba falando da vitória sobre a morte que temos em Cristo Jesus. Ele disse que nosso corpo mortal um dia irá se revestir da imortalidade. Nesta afirmação maravilhosa está nossa firmeza. Quando temos nossa mente ocupada com as promessas de Jesus, temos nossas mãos firmes em seu trabalho, temos alegria em cada atitude, pois sabemos que nosso trabalho não é vão. 


Firmeza real é o desejo de permanecer ligado a Deus. 

domingo, 19 de fevereiro de 2017

A filosofia do camelo

Romanos 12.6-8

Assim, também vós, visto que desejais dons espirituais, procurai progredir, para a edificação da igreja” (1Co 14.12).

Um bebê camelo perguntou a sua mãe: - Por que os camelos têm corcovas?
Ela respondeu: - Bem, meu filhinho, nós somos animais do deserto, precisamos das corcovas para reservar água. 
Perguntou ainda o filho: - Certo, e por que nossas pernas são longas e nossas patas arredondadas? Respondeu a mãe: - Filho, certamente elas são assim para permitir caminhar no deserto. Sabe, com essas pernas longas eu mantenho meu corpo mais longe do chão do deserto, assim fico mais longe do calor. Quanto às patas arredondadas eu posso me movimentar melhor devido à consistência da areia!
Ainda perguntou: - Certo! Então, por que nossos cílios são tão longos? De vez em quando eles atrapalham minha visão. - Meu filho! Esses cílios longos e grossos são como uma capa protetora para os olhos. Proteção contra a areia e pelo vento do deserto! - respondeu a mãe com orgulho.
- Tá bom mãe. Então o que é que estamos fazendo aqui no Zoológico?
Habilidade, conhecimento, capacidade e experiências, só são úteis se você estiver no lugar certo, exercendo uma função apropriada e por um bom motivo. 
Deus concede dons aos seus filhos e é nosso dever procurar desenvolvê-los e praticá-los. Não vivamos como escravos enjaulados, oprimidos pelo pecado. Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Vivamos da forma que agrada a Deus. 


Você está no lugar certo? 

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Melodia Divina

João 5.24-29

Em verdade, em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida” (Jo 5.24).

João escutou seu professor perguntando a seus amigos qual era a mais bela melodia na Terra.
- O som da flauta – disse um.
- O canto dos pássaros – respondeu outro.
- A voz de uma mulher – comentou o terceiro.
Conversaram a noite inteira, sem chegar a qualquer conclusão. Dias depois, João convidou o seu professor e seus amigos para jantar. No salão, a melhor orquestra do mundo tocou lindas canções, mas não havia comida na mesa. Perto de meia-noite, quando todos estavam morrendo de fome, João serviu um refinado banquete.
- Que som divino é o tilintar de pratos e talheres, depois de tantas horas sem comer - comentou o professor.
- Estou respondendo sua pergunta sobre a mais bela melodia da terra, respondeu João. - Pode ser a voz da mulher amada, o canto dos pássaros, o tilintar de pratos, a respiração da pessoa querida; mas sempre será o som que nosso coração precisa escutar naquele momento.
Não sei o que tem atraído o seus ouvidos, mas a melodia mais linda que o homem poderá ouvir será no dia em que Deus dirá aos seus filhos: “Venham, vocês que são abençoados pelo meu Pai! Venham e recebam o Reino que o meu Pai preparou para vocês desde a criação do mundo” (Mt 25.24). 


Em cada momento Deus tem uma melodia especial para nossa vida. 

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Credo Apostólico

Atos 8.34-38

Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.” (Jo 7.38).

O Credo Apostólico, o mais conhecido dos credos, é considerado um breve resumo da fé cristã, por estar de acordo com a palavra de Deus, e por ser aceito desde a antiguidade pelas igrejas de Cristo. Você o conhece?
Ele diz o seguinte: “Creio em Deus Pai, Todo-poderoso, Criador do Céu e da terra. Creio em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor, o qual foi concebido por obra do Espírito Santo; nasceu da virgem Maria; padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado; ressurgiu dos mortos ao terceiro dia; subiu ao Céu; está assentado à direita de Deus Pai Todo-poderoso, donde há de vir para julgar os vivos e os mortos. Creio no Espírito Santo; na Santa Igreja Universal; na comunhão dos santos; na remissão dos pecados; na ressurreição do corpo; na vida eterna. Amém.”
Conforme o site monergismo.com, o Credo Apostólico é atribuído pela tradição aos doze apóstolos. Mas os estudiosos acreditam que ele se desenvolveu a partir de pequenas confissões batismais empregadas nas igrejas dos primeiros séculos. Embora os seus artigos sejam de origem bem antiga, acredita-se atualmente que o credo apostólico só alcançou sua forma definitiva por volta do sexto século, quando são encontrados registros do seu emprego na liturgia oficial da igreja ocidental. 
Vivemos em um tempo de banalização da fé. Hoje, mais do que nunca, é hora de nos firmarmos na verdade e crer na Palavra de Deus. Nosso destino depende disto. 


Saber em que nós cremos é fundamental. Em que você crê?

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Meditar

Salmo 63.1-8

Os meus olhos antecipam-se às vigílias noturnas, para que eu medite nas tuas palavras” (Sl 119.148).

Tantas atividades, tantos problemas para resolver, tantas notificações de redes sociais, será que alguém ainda sai andando pelo campo a meditar como fez Isaque (Gn 24.63)? Ou será que alguém ainda acorda mais cedo, de madrugada e aproveita as primeiras horas do dia para aprender e meditar nos ensinamentos de Deus em sua palavra?  
Não importa o que os outros fazem. Este deve ser o nosso compromisso com Deus. Separar tempo de qualidade, nos desligarmos de toda agitação. Meditar sobre nossa vida, nossa história e sobre os planos de Deus para nós. A meditação nos capacita a tomar decisões, ficamos mais sensíveis à voz de Deus. 
A meditação cristã não é como a meditação oriental, vai muito além. A meditação oriental é uma tentativa para esvaziar a mente, meramente um método de controlar as ondas celebrais a fim de melhorar o bem estar fisiológico e emocional. Na meditação cristã, podemos até esvaziar a mente, mas com o fim de enchê-la. O afastamento da confusão que nos cerca é para que tenhamos uma união rica com Deus.
Josué disse: não pare de falar da palavra de Deus, medite, estude-a dia e noite (Js 1.8).  Jó meditando sobre a brevidade da vida, viu que ainda havia esperança para ele mesmo que fosse apenas no dia da ressurreição (Jó 14). Aprendemos em Provérbios que quem medita antes de falar diz o que é certo (Pv 15.28). 


Meditar em coisas que edificam é um prazer que resulta em progresso.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Ter e ser

1Timóteo 6.17-19

Então, lhes recomendou: Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui” (Lc 12.15).

É fácil errar e pensar que o homem consiste no que ele tem. Desta forma definimos o que alguém é pelo que ele possui. A lógica é simples. Se alguém possui alguma coisa é porque foi suficientemente capaz de conquistá-la. Então suas posses definem o que esta pessoa é. O problema é que esta lógica é limitadora. Nós valemos muito mais do que os bens materiais que temos. 
O grande problema de quando pensamos que somos o que possuímos é que nosso objetivo de vida será o adquirir riquezas. Desta forma, estamos dispostos a fazer o que for necessário para possuir mais e mais dinheiro. Adquirir bens será mais importante do que a minha fé, do que minha vida familiar e até mesmo os princípios de moralidade e honestidade. Também passamos a valorizar apenas as pessoas ricas e desprezar quem não tem uma boa condição financeira. Ter muitas posses naturalmente não faz alguém ser melhor. Encontramos pessoas que quase não possuem dinheiro, mas são pessoas admiráveis em sua bondade e caráter. 
O dinheiro não o torna mais importante. Às vezes, o contrário pode ser verdade. Algumas pessoas vão se tornando piores à medida que vão adquirindo mais posses. Como diz a frase de Matheus Dimitru Scutasu: “Conheci um homem tão pobre, mas tão pobre, que só tinha dinheiro.” 


Sejamos ricos que tenham mais do que dinheiro, sejamos ricos para Deus.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Nossa luta

Efésios 6.10-13

Porque a nossa luta não é contra o sangue e a carne, e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal, nas regiões celestes” (Ef 6.12).

“Os maiores problemas de nosso tempo não são tecnológicos, políticos, ou econômicos, são morais e espirituais e, a menos que possamos fazer algum progresso nesses domínios, talvez nem mesmo sobrevivamos” (D. Elton Trueblood). Muito tempo já passou deste que esta frase foi escrita e ainda é uma grande verdade. É fato. 
Como diz o texto de Efésios 6, devemos estar preparados contra as ciladas do Diabo, não apenas preparados para a luta visível e comum do dia a dia. Enquanto muitos acreditam que o maior problema que enfrenta é material, na maioria das vezes o maior perigo está relacionado à luta espiritual e invisível. 
Como podemos nos preparar para as lutas espirituais? Nos preparamos nos alimentando dos ensinamentos de Deus. Nos preparamos quando nos mantemos ocupados no trabalho do Senhor, não estacionados. Somos chamados para o trabalho de Cristo. Talvez alguém pense que é salvo apenas para escapar do inferno e ir para o céu. Não! Este é um pensamento bastante interesseiro e limitado. Fomos salvos para servir e se não o fizermos estaremos reprimindo uma qualidade natural que Deus nos dá. Além disso, estaremos cada vez mais enfraquecidos, atrofiados, mais sucetíveis ao ataque do inimigo. Ocupados na obra de Deus estaremos mais fortalecidos no Senhor,  buscaremos maior comunhão através da oração e meditação na Palavra de Deus. 

Nossa força é o Senhor. Não seremos derrotados e ainda daremos frutos.

Links

Mensagens Diárias (237) Ilustrações (64) Videos (40) Encorajamento (28) Pastoral (28) Estudos (27) Downloads (26) Datas (21) Áudio (20) Pão Diário (13) Devocional (12) Natal (11) Fábulas (9) Liderança (9) Páscoa (9) Oração (8) 7 Virtudes (7) Sermão (5) Dia das Mães (4) Missões (4) Dia dos Pais (3) Malaquias (3) Aniversário (2) Classe de Novos Membros (2) Cânticos Cifrados (2) Eleições (2) Estudo Bíblico (2) Família (2) Finanças (2) Frases (2) Fé para hoje (2) Ilustração (2) Ilustrações Variadas (2) Notícias (2) Podcast Mensagens (2) Política (2) Santa Ceia (2) Simplicidade (2) Slides (2) Voto (2) 181 Meditações (1) 7 Palavras da Cruz (1) A Razão de nossa fé (1) Artigo (1) Bem Aventuranças (1) Breve Catecismo (1) Calvino (1) Carnaval (1) Catecismo (1) Catecismo Maior (1) Catecismo para Crianças (1) Certeza da Salvação (1) Cinco Pontos do Calvinismo (1) Comentário (1) Confecção de Atas Eletrônicas (1) Confissão de Fé de Westminster (1) Conheça Sua Bíblia (1) Contando os dias (1) Conversão de Manasses (1) Cooperadores (1) Crise do Fazer (1) Células (1) Dadas (1) Dez Palavras (1) Dia Internacional da Mulher (1) Dia da Bíblia (1) Dia da Pátria (1) Dons (1) Doutrinas (1) Efésios; Estudo Bíblico; Comentário (1) Elevo os meus olhos (1) Enchei-vos do Espírito (1) Estudos; (1) Fides Reformata (1) Formatura 1990 SPS (1) Grandeza do Criador (1) Hinário Novo Cântico (1) Hinário Novo Cântico Cifrado (1) História dos Hinos (1) Manual Presbiteriano (1) Manual Unificado (1) Não Adulterarás (1) Opressão (1) Parábolas (1) Paz Diaria (1) Reforma (1) Rev. Andrei (1) Sete Virtudes Celestiais (1) Slide Hinos e Cânticos (1) Tentação (1) Tozer (1) Ultimato (1)