terça-feira, 21 de maio de 2019

Os cinco sinos


Leitura Bíblica: Mateus 7.1-6

Não julguem, para que vocês não sejam julgados (Mt 7.1).

Era uma vez um hotel chamado Estrela de Prata. O hoteleiro não conseguia fazer a receita cobrir as despesas, embora se esforçasse ao máximo para atrair hóspedes oferecendo um hotel confortável, um serviço cordial e preços razoáveis. Por isto, desesperado, foi consultar um sábio. - É muito simples. Você deve mudar o nome do hotel. - Impossível! - retrucou o hoteleiro. - Há gerações ele é Estrela de Prata, assim é conhecido em todo o país. - Não - disse o sábio com firmeza. - Agora você deve chamá-lo de Cinco Sinos e, na entrada, colocar uma fileira de seis sinos. - Seis sinos? Isso é absurdo! De que adiantaria? - Experimente e verá - recomendou o sábio com um sorriso. Então, o hoteleiro experimentou, e eis o que viu: cada viajante que passava pelo hotel fazia questão de entrar para apontar o erro, acreditando que ninguém o notara. Uma vez lá dentro, impressionava-se com a cordialidade dos serviços e ficava para repousar, propiciando ao hoteleiro, desse modo, rendimentos que ele não conseguira por tanto tempo.
Esta ilustração de autor desconhecido tinha a seguinte conclusão: “Às vezes, o esforço, a persistência e a insistência não são suficientes para levar-nos ao objetivo almejado. É preciso mudar. Mudar conceitos, a forma de pensar, a forma de agir. Mudar o caminho traçado”.
Devemos estar abertos a mudanças e reformas para um novo começo. Mas o que também me chamou atenção nesta história é que, na maioria das vezes, nossos olhos enxergam mais os defeitos e imperfeições nos outros do que as suas qualidades. Aquele hotel tinha muitas qualidades, mas estava perdendo popularidade. Bastou uma coisa fora do lugar para ser notado, criticado, questionado. Precisamos aprender a valorizar as pessoas. Ter olhos para o bem e não apenas para o mal. Da mesma forma, precisamos perceber as coisas boas da vida e deixar um pouco de lado os problemas que o mundo possui. 

Existe beleza e bondade por toda parte.  

segunda-feira, 20 de maio de 2019

Vidro ou espelho?


Leitura Bíblica: Judas 1.17-21

Misericórdia, paz e amor lhes sejam multiplicados (Jd 1.2).

Certa vez um jovem muito rico foi procurar um mestre para lhe pedir um conselho. Toda a fortuna que possuía não era capaz de lhe proporcionar a felicidade tão sonhada. Aquele homem sábio o conduziu até uma janela e lhe pediu para que olhasse para fora com atenção, e o jovem obedeceu. - O que você vê através do vidro, meu rapaz? - Vejo homens que vêm e vão, e um cego pedindo esmolas na rua. Então o homem lhe mostrou um grande espelho e novamente o interrogou: - O que você vê neste espelho? - Vejo a mim mesmo, disse o jovem prontamente. - Observe que a janela e o espelho são feitos da mesma matéria prima: o vidro. Mas no espelho há uma camada fina de prata colada ao vidro e, por essa razão, você não vê mais do que a sua própria pessoa. Se você se comparar a essas duas espécies de vidro, poderá retirar uma grande lição. Quando a prata do egoísmo recobre a nossa visão, só temos olhos para nós mesmos e não temos chance de conquistar a felicidade efetiva. Mas quando olhamos através dos vidros limpos da compaixão, encontramos razão para viver e a felicidade se aproxima. Muitas vezes, ficamos olhando somente para a nossa própria imagem e nos esquecemos de que é preciso retirar a camada de prata que nos impede de ver a necessidade à nossa volta. 
Quanto mais buscamos nossos interesses, mais esquecemos de Deus e do nosso próximo. Quem só enxerga a sua vontade não realiza a vontade de Deus. Enquanto o egoísmo gera contendas, a amizade faz multiplicar o amor. Assim realmente seremos mais felizes. Quem faz o bem ao seu próximo é mais servido por Deus e por outras pessoas. Os misericordiosos alcançam misericórdia. Devemos olhar no espelho em uma atitude de buscar conhecer nossas imperfeições mais do que para uma vaidosa admiração. Devemos olhar pelo vidro entendendo que o mundo não se limita ao nosso quarto fechado, mas existe um mundo inteiro lá fora da janela. 

A vida compartilhada é abençoada. 

domingo, 19 de maio de 2019

Apenas confie


Leitura Bíblica: 1João 4.16-19

O Senhor, o seu Deus, está em seu meio, poderoso para salvar. Ele se regozijará em você; com o seu amor a renovará, ele se regozijará em você com brados de alegria” (Sf 3.17).

“Estou preso, estou preso, mamãe!” “Eu sei. Tudo bem. Tudo vai dar certo. Só mais alguns minutos”, respondi, tentando acalmar meu filho. Evan, 2 anos, estava deitado e atado à maca enquanto o médico fechava a ferida em seu rosto. “Preso, mamãe!”, ele tentou de novo. “Eu sei, eu sei. Vai ficar tudo bem.” Alisei seu cabelo e ajeitei de novo sua franja, para confortá-lo. Ele continuava a implorar: “Vamos embora, mamãe, vamos embora!”. Minha voz, meu toque e meu amor continuaram a acalmá-lo, até que o médico conseguiu terminar. Gary Chapman conta está história em seu livro Leituras Diárias e comenta: “Como é comum eu gritar ao Pai celestial: ‘Estou presa nesta situação! Tire-me desse sofrimento!’ Sou confortada pelo fato de meu Papai celestial dizer: ‘Eu sei. Eu sei. Vai levar algum tempo, mas tudo ficará bem’. Pode não parecer que está tudo bem, ou que algum dia ficará tudo bem, mas posso confiar no amor do Pai tão certamente quanto Evan sentiu meu amor e segurança enquanto eu lhe afagava o cabelo”.
Em muitas situações nos sentimos aprisionados. Sentimos medo. Até que a presença do amor faz o medo sair, se retirar. “No amor não há medo; ao contrário o perfeito amor expulsa o medo” (1Jo 4.18). Quando conhecemos o amor de Deus por nós, confiamos nesse amor. Somos libertos pelo amor. Deus é amor. O amor de Deus está em nós e nos aperfeiçoa, nos protege e nos alegra.  
Sheila Sattler Kale disse: “Aquilo em que cremos nos momentos assustadores não é tão importante quanto Aquele em quem cremos”. Embora existam momentos que o amor de Deus pareça não fazer sentido ou pareça não ajudar. O fato de lembrarmos de sua presença nos faz confiar, esperar e já sentir a segurança que seu amor nos traz. Com o Senhor não precisamos temer mal algum. Podemos seguir na certeza que tudo correrá bem. 

Permaneça na confiança do amor.

sábado, 18 de maio de 2019

Melhor é orar


Leitura Bíblica: Hebreus 13.18-21

O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre (1Jo 2.17).

Começar o dia com muitas ideias e com decisões importantes tomadas é muito bom, mas melhor é orar. Orar sempre é melhor. Nossas boas ideias podem nos levar a lugares ruins. Nossa decisão firme pode ser um passo para a decepção ou falência. Não quero parecer pessimista, apenas quero lembrar que todas as coisas devem ser levadas a Deus através da oração. Nossas ideias e decisões não podem ser independentes. A dependência de Deus é o único caminho para a vida. Veja esta oração de Jeremias: “Eu sei, Senhor, que não está nas mãos do homem o seu futuro; não compete ao homem dirigir os seus passos” (Jr 10.23). 
A vida é uma oportunidade de comunhão com Deus quando em cada decisão fazemos uma oração. Em cada pensamento conversamos com Deus pedindo para ele sondar e examinar o nosso coração e mente. Entendemos que devemos nos guiar pelos pensamentos de Deus que são mais altos que os nossos. Percebemos que devemos andar pelos caminhos de Deus que são melhores que os nossos caminhos. 
Nossa segurança não está em nossa força ou sabedoria. Está na aliança que Deus fez conosco. Deus diz ao seu povo: “Farei com eles uma aliança permanente: Jamais deixarei de fazer o bem a eles, e farei com que me temam de coração, para que jamais se desviem de mim” (Jr 32.40). Vivemos sob a direção de Deus. A nossa segurança e alegria estão no fato de que Deus nos tem em suas mãos. 
Como devemos começar o dia? O dia começa melhor quando entendemos que, mais do que disposição, precisamos de oração. Melhor é orar. Que Deus nos ajude a fazer de cada decisão um motivo de oração. Oração não é apenas apropriada quando já não sabemos mais o que fazer. A melhor oração é quando eu sei o que fazer, mas ainda assim oro pedindo a confirmação de Deus. Oro em submissão a Deus, de forma que a vontade dele prevaleça sempre e não a minha. Ore sempre. Ore sem cessar. 

A melhor ação vem depois da oração. 

sexta-feira, 17 de maio de 2019

Consolo no luto


Leitura Bíblica: 1 Coríntios 15.19-23

Quando a ansiedade já me dominava no íntimo, o teu consolo trouxe alívio à minha alma (Sl 94.19).

É comum as pessoas dizerem que palavras não ajudam na hora do luto. Como diz uma antiga canção: “Há momentos que as palavras não resolvem”. No momento que perdemos alguém querido, perdemos o chão. Sentimos a maior dor que existe. A dor do vazio, do espanto, a dor da dor sem dor. Realmente é um momento no qual as palavras não podem resolver e não resolvem o problema. Não resolvem, mas precisamos ouvi-las. Palavras boas serão o caminho para nos mantermos na caminhada, para não desistirmos e entendermos que temos uma missão a seguir. 
Ouça o que diz o Salmo 119.76: “Seja o teu amor o meu consolo, conforme a tua promessa ao teu servo”. O salmista encontrou consolo para sua dor no amor e na promessa de Deus. Crendo nas promessas de Deus encontraremos consolo. Disse Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que morra, viverá; e quem vive e crê em mim, não morrerá eternamente. Você crê nisso?” (Jo 11.25-26). Embora a morte nos separe de nossos queridos, ela não pode deter o poder da ressurreição. “Agora, choramos a dor da saudade, mas não o sentimento da perda. Só perdemos quem não sabemos onde está. Quando enterramos nossos mortos, sabemos onde eles estão. Eles estão no céu com Jesus” (Hernandes Dias Lopes). “Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Pai das misericórdias e Deus de toda consolação” (2 Co 1.3). 
O consolo de Deus vem sobre nós quando sentimos seu amor e nos guardamos na paz de suas misericórdias. É nestas horas que percebemos que “estamos seguros, não porque seguramos firmemente em Jesus, mas porque ele nos segura firmemente” (R.C. Sproul). 
Como diz uma antiga canção: “Há momentos que as palavras não resolvem, mas o gesto de Jesus na cruz, demonstra amor por nós”. O que nos consola não são meras palavras. É a ação de Jesus em proporcionar a vitória sobre a morte. É a promessa da vida eterna.  

Somos consolados pelo amor.

quinta-feira, 16 de maio de 2019

Saúde da alma


Leitura Bíblica: Eclesiastes 6.3-5

O caminho dos retos é desviar-se do mal; o que guarda o seu caminho preserva a sua alma (Pv 16.17).

Nós possuímos uma vida que se divide em parte física e parte espiritual, ou corpo e alma (Gn 2.7). Mas infelizmente damos muito mais importância às coisas da carne do que às do Espírito. A maior parte da reação do homem é para o seu corpo. É quase certo que teríamos medo de receber as palavras de João com segurança quando disse: “Amado, acima de tudo, faço votos por tua prosperidade e saúde, assim como é próspera a tua alma” (3Jo 1-2). 
Devemos pensar seriamente neste assunto, pois podemos ser pegos de surpresa em nossa atitude errônea de aumentar os celeiros da terra enquanto nada temos construído espiritualmente (Lc 12.20). Devemos estar conscientes que nenhum proveito existe em ganhar o mundo inteiro e perder a alma (Mt 16.26).
Mas como podemos cuidar de nossa alma? Qual o alimento adequado para darmos à nossa alma? Veja alguns exemplos: 
Alimentamos nossa alma lutando contra o pecado. O pecado é o violentador da alma, ele gera a morte. Lutar contra ele é sempre necessário. “Mas o que peca contra mim violenta a própria alma. Todos os que me aborrecem amam a morte” (Pv 8.36).
Alimentamos nossa alma guardando os mandamentos e caminhos de Deus. O destino final está relacionado com a estrada que andamos. “O que guarda o mandamento guarda a sua alma; mas o que despreza os seus caminhos, esse morre” (Pv 19.16). 
Alimentamos nossa alma através de boas companhias. É necessário afastar-se das más companhias e conviver com pessoas que sejam tementes a Deus. Devemos cultivar boas amizades. “Espinhos e laços há no caminho do perverso; o que guarda a sua alma retira-se para longe deles” (Pv 22.5).  
Alimentamos nossa alma através do que falamos. O que falamos serve para nutrir ou desnutrir nossa alma. “Palavras agradáveis são como favo de mel: doces para a alma e medicina para o corpo” (Pv 16.24). 
Estes são apenas alguns exemplos, muitos são os alimentos para a alma. Lembremos sempre deles. 

Sejamos saudáveis de corpo e alma.

quarta-feira, 15 de maio de 2019

Enquanto é dia


Leitura Bíblica: Provérbios 12.11-14

O Senhor abrirá o céu, o depósito do seu tesouro, para enviar chuva à sua terra no devido tempo e para abençoar todo o trabalho das suas mãos (Dt 28.12).

Dois indivíduos, pai e filho, moravam num casebre de pau-a-pique, caindo aos pedaços, sem porta nem janelas. De manhã, lá pelas dez horas, o pai chamava o filho e dizia: Fio, vá lá fora e vê se num tá chovendo (o sol entrando pelos buracos das paredes) pra nóis i trabaiá. Respondia o filho: Num carece, pai, chame o cachorro aqui, se ele tivé moiado é porque tá choveno. 
Será que existem pessoas assim, preguiçosas a ponto de não quererem sair da cama? Espero que não seja o nosso caso. Mas será que estamos fazendo o melhor do nosso tempo? Um grande exemplo que sempre podemos nos espelhar é Jesus, que disse o seguinte em João 9.4: “É necessário que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode trabalhar”. Dia aqui significa o tempo em que vivemos nesta terra. Noite é quando não mais estaremos aqui, quando partirmos deste mundo. Enquanto é dia devemos trabalhar, realizar a obra de Deus. Temos que fazer do nosso tempo, tempo produtivo e abençoado. Nossas ações devem glorificar a Deus. Seja no lar, no trabalho ou na igreja, nossas ações devem ser conforme o chamado e direção de Deus para nós. Não estamos neste mundo para passar tempo ou para adquirir tesouros sobre a terra. Deus tem algo muito maior e melhor para realizar através de nossa vida. 
Utilizar o tempo todo, utilizar melhor o tempo não quer dizer viver uma vida de ativismo, correria e sufoco. E sim viver com maior discernimento da vontade de Deus para nós. É buscar sabedoria de Deus para conhecer o tempo oportuno para cada atividade. Como diz Eclesiastes 3.1: “Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu”. Quem não trabalha deixa de viver o privilégio de aproveitar o dia, aproveitar a vida. Deixa de servir a Deus. 

Façamos o que devemos fazer. 

terça-feira, 14 de maio de 2019

A sua beleza


Leitura Bíblica: Jeremias 1.4-10

Forjem os seus arados, fazendo deles espadas; e de suas foices façam lanças. Diga o fraco: Sou um guerreiro! (Jl 3.10)

Um carregador de água na Índia levava dois potes grandes, ambos pendurados em cada ponta de uma vara, a qual ele carregava atravessada em seu pescoço. Um dos potes tinha uma rachadura, enquanto o outro era perfeito e sempre chegava cheio de água no fim da longa jornada entre o poço e a casa do seu senhor; o pote danificado chegava apenas pela metade. Após perceber que por dois anos havia sido uma falha amarga, o pote danificado falou para o homem à beira do poço: - Estou envergonhado, e quero pedir-lhe desculpas. Por causa do meu defeito, você tem que fazer todo esse trabalho, e não ganha o salário completo dos seus esforços, disse o pote. O homem com compaixão falou: - Quando retornarmos a casa do meu senhor, quero que percebas as flores ao longo do caminho. Quando chegaram disse o homem ao pote: - Você notou que pelo caminho só havia flores no seu lado? Eu, ao conhecer o seu defeito, tirei vantagem dele e lancei sementes de flores no seu lado do caminho, e cada dia enquanto voltávamos do poço, você as regava. Por dois anos eu pude colher flores para ornamentar a mesa do meu senhor. Sem você ser do jeito que você é, ele não poderia ter esta beleza para dar graça à sua casa. 
Cada um de nós tem as suas limitações e diferenças. Não podemos ser como os outros. Uns carregam mais água do que os outros. Mas sempre podemos ser úteis para realizar alguma coisa. Somos todos importantes para servir a casa do pai, seja com flores ou água. 
Quando Jeremias recebeu o chamado de Deus começou a falar sobre suas limitações. Não se achava apto para tão grande missão. Ele disse: “Ah, Soberano Senhor! Eu não sei falar, pois ainda sou muito jovem” (Jr 1.6). Mas Deus o fortaleceu mostrando que lhe daria as palavras certas, que estaria com ele. Aquele que Deus chama e separa para realizar a sua obra, recebe de Deus força e autoridade. 

Das nossas fraquezas podemos tirar forças.

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Vaca dá leite?


Leitura Bíblica: Salmo 28.7-9

Caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram contra aquela casa, e ela não caiu, porque tinha seus alicerces na rocha (Mt 7.25).

Mário Sérgio Cortella, no livro Basta! Reflexões urgentes para pais e mães, conta que costumava dizer aos filhos quando crianças: - Quando completarem 12 anos contarei o segredo da vida a vocês. Quando o mais velho completou 12 anos, acordou o pai todo ansioso para saber o segredo da vida. O pai disse: - Contarei, mas você não poderá revelar aos seus irmãos. Eis o segredo: Vaca não dá leite. - Hã? - Vaca não dá leite. Você tem de tirar. “Esse é o segredo da vida. Vaca, búfala, cabra não dão leite. Ou você tira ou não tem leite. Existe uma geração que acha que vaca dá leite, ela acha que as coisas são automáticas. Eu quero, eu peço, eu ganho. A felicidade resulta do esforço. A ausência de esforço gera frustração” (Cortella).
O quanto nos preparamos e nos esforçamos para ter uma vida melhor? Ouvimos muito as pessoas falarem que lutam muito, que são trabalhadoras, mas será verdade? Infelizmente muitos ainda insistem na busca do menor esforço no desejo de melhores resultados. O que é um autoengano. Os melhores resultados só podem ser conquistados a partir de maior dedicação e trabalho. 
A vida não é feita de facilidades. Vamos ter que tirar muito leite. Os vencedores, os mais fortes são os mais dedicados. Para se vencer uma grande batalha é necessário muitos anos de treinamento. Suportando e vencendo as pequenas provações, dia a dia nos preparamos para suportar as grandes provações. Há uma lenda que conta que Milão, um atleta de Crótona, acostumou-se a carregar nos ombros um bezerro desde que este nasceu. O bezerro se fez touro e um dia Milão entrou na arena carregando nos ombros um enorme touro, mais pesado do que o próprio Milão. Sejamos trabalhadores sem esquecer que o nosso maior trabalho é confiar em Deus. A fé nos fortalece para as batalhas. 

Com Deus nos fortalecendo tudo podemos. 

domingo, 12 de maio de 2019

Sugestões de presentes


Leitura Bíblica: Provérbios 10.1-4

“Honra teu pai e tua mãe – este é o primeiro mandamento com promessa” (Ef 6.2).

Sabemos que as mães gostam de ganhar presentes. Mas devemos lembrar que presentes devem ser acompanhados de um abraço, de gestos de amor, atenção e consideração. Presentes não substituem o respeito e o amor que devem ser demostrados o ano inteiro. O melhor presente que uma mãe pode ganhar não pode ser comprado. 
Achei interessante uma lista de presentes para o dia das mães (por L. R. Silvado) que tinha a seguinte observação: “Sugestões de presentes para o Dia das Mães. Presentes que não custam dinheiro, mas custam nosso amor”. Alguns itens desta lista eram: O PRESENTE DO ESCUTAR - Mas você realmente deve escutar. Nada de interromper, nada de sonhar acordado, nada de planejar sua resposta. Apenas escute com interesse e atenção! O PRESENTE DO AFETO - Seja generoso com abraços e beijos, tapinhas nas costas e aperto de mãos na hora certa. Deixe estas pequenas atitudes demonstrarem o amor que você tem por sua mãe. O PRESENTE DE UM BILHETE - Pode ser um simples “Obrigado pela ajuda” ou um soneto inteiro. Um bilhete, mesmo pequeno, manuscrito, pode ser lembrado por toda a vida e pode até mudar uma vida. Diga do seu amor, gratidão por algo específico que ela fez ou simplesmente por ter-lhe dado a vida. O PRESENTE DE UM ELOGIO - Um simples e sincero: “Você fica muito bem de vermelho”, “Você fez um excelente trabalho” ou “A comida estava maravilhosa” pode tornar o dia dela melhor. O PRESENTE DE UM FAVOR -  Saia da rotina e faça alguma coisa gentil. Telefone para perguntar como vai, passe por lá para deixar um pão quentinho ou cortar a grama. Ajude-a a entender aquela carta ou conserte aquela torneira que pinga sem parar. O PRESENTE DA FÉ RENOVADA - Ore a Deus pela sua mãe e faça isto na presença dela também. Reparta com ela um trecho da Bíblia que traga uma mensagem de confiança e paz ao coração. 
Aproveite este dia especial e com sabedoria dê a sua mãe os melhores presentes. 

Presentear é demonstrar nossa gratidão a Deus.