quarta-feira, 26 de abril de 2017

Vestiu a carapuça

1Tessalonicenses 3.10-13

“Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na trave que está no teu próprio?” (Mt 7.3).

O ditado que diz que “cada um usa a carapuça que lhe serve” apareceu a partir da Inquisição do catolicismo romano. No momento da morte imposta pela igreja católica a judeus e a cristãos (protestantes), entre outros discriminados, o culpado recebia um capuz para ser colocado na cabeça, e assim era declarado culpado — vestia a carapuça. 
É muito fácil entregar a carapuça para alguém. Constantemente estamos julgando os outros ou quando alguém fala de algum mau hábito lembramos de alguém que se encaixa naquela descrição. Também é comum rejeitar a carapuça. Quando ouvimos alguma crítica, logo vem à nossa mente o pensamento: “eu não sou assim”.
Sempre devemos julgar primeiro a nós mesmos. Como pecadores, temos tendência a todo tipo de maldade. Em todas as áreas devemos nos aperfeiçoar. No lugar de dizer “eu não sou mentiroso”, devo dizer “vou procurar falar sempre a verdade”. No lugar de dizer “eu não sou ladrão”, devo dizer “preciso cuidar bem do dinheiro que Deus me deu”. Assim, em todas as coisas, devemos ser aprendizes. No lugar de criticar alguém saindo por aí atirando carapuça nos outros, devemos vestir quantas carapuças for necessário. É melhor nos dirigirmos ao nosso próximo com um amor crescente e não com julgamentos incertos e sem fundamento. Fazendo isso, estaremos purificando o nosso coração em santidade, vivendo uma vida de consciência limpa, cada vez mais sem culpas na presença de Deus. 


Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Brecha

Isaías 30.12-14

“Portanto, esta maldade vos será como a brecha de um muro alto, que, formando uma barriga, está prestes a cair, e cuja queda vem de repente, num momento” (Is 30.13).

Um homem carregava um saco de feijão nas costas. Como o saco estava furado, deixava cair grãos por onde passava. Um garoto, ao ver o desperdício, avisou-o da perda:
— Olha, moço, o saco está furado. O feijão está caindo!
De incontinente, o homem deu meia-volta e passou a recolher os grãos, colocando-os novamente no saco. Contudo, como o buraco não fora costurado, o feijão continuava a cair. À medida que os grãos eram recolocados, outros caíam pelo chão, atrás do pobre homem.
Existe uma comparação parecida com esta do saco de feijão em Isaías 30. O texto conta que o povo de Israel havia feito uma aliança com o Egito. Algo que desagradou muito a Deus. Deus disse àquele povo por meio do profeta: “Portanto, esse pecado vai trazer a ruína para vocês; ele será como uma brecha que vai se abrindo num muro alto: de repente, o muro desmorona e cai no chão” (Is 30.13 NTLH).
Uma brecha em nossa vida pode parecer algo normal, mas permite uma perda diária. Uma brecha que começa pequena geralmente vai crescendo e abrindo, se não for cuidada, faz desmoronar toda construção. Não devemos dar brecha para o pecado. É preciso buscar o arrependimento verdadeiro, reparando as brechas, restaurando nossa comunhão com Deus “a fim de que, da presença do Senhor, venham tempos de refrigério” (At 3.20).


Edifique a sua casa sobre a rocha para evitar rachaduras.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Motivo para motivar-se

Salmo 4.6-8

“Os teus decretos são motivo dos meus cânticos, na casa da minha peregrinação” (Sl 119.54).

Nem sempre é preciso um bom motivo para nos motivarmos. Como maior exemplo disto lembro de uma reportagem que assisti na televisão sobre catadores e catadoras de lixo que estavam trabalhando cantando e dançando. Se podemos encontrar motivação até para fazer as coisas mais difíceis, é certo que buscando forças em Deus podemos nos motivar para fazer muitas coisas boas. 
No salmo 4, o salmista faz uma afirmação muito verdadeira. Ele diz que tem gente que vive pedindo muitas coisas e até tem fartura, mas a felicidade que ele tinha em seu coração era muito maior do que a daqueles que tinham tantas coisas. O que o salmista quer lembrar é que a felicidade dele vinha da paz de Deus em sua vida. Esta paz fazia com que ele pudesse se deitar e dormir logo. Ele estava certo de que Deus estava com ele. 
Nossa motivação é sempre maior quando entendemos que nossa ação faz parte do propósito de Deus em nossa vida. Sempre podemos dormir em paz e principalmente acordar motivados para um novo dia. Mesmo que o dia seja de muitas tribulações, mesmo que seja um dia cheio de surpresas, podemos seguir motivados se estivermos na presença de Deus. A motivação, mais do que depender de um bom motivo, depende de nossa comunhão com Deus. Devemos sempre vigiar e orar. Bem de manhã o céu pode estar sereno, mas um temporal ainda pode chegar.


Prossiga sem olhar para os fatores desmotivantes.

domingo, 23 de abril de 2017

Nada melhor

Marcos 6.30-34

“Como o óleo e o perfume alegram o coração, assim, o amigo encontra doçura no conselho cordial” (Pv 27.9).

A música e a letra da canção de Adhemar de Campos chamada Amigo de Deus é muito linda. Ela diz o seguinte: “Não existe nada melhor do que ser amigo de Deus. Caminhar seguro na luz, desfrutar do seu amor. Ter a paz no coração, viver sempre em comunhão. E assim perceber a grandeza do poder de Jesus, meu bom pastor”. Nada melhor do que ser amigo de Deus. A amizade com Deus transforma o nosso caráter. A amizade com Deus é fonte do maior prazer. 
Para ser amigo de Deus precisamos separar tempo para falar com ele. Lutero disse: “Tenho tanto o que fazer que não posso prosseguir sem passar três horas diariamente em oração.” Também é preciso ter fé. Abraão, por crer em Deus, foi chamado amigo de Deus. Devemos ter uma fé prática. Quem quer ser amigo de Deus faz o bem que ele ensina. Se afasta do que é condenável. Isso é uma fé prática, fruto da amizade com Deus. Uma amizade com Deus que produz afastamento da amizade com o mundo. A Bíblia diz que quem é amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus (Tg 4.4). 
Jesus é o amigo que olha para nós com compaixão. Seu olhar alegra nosso coração.  Ele é amigo verdadeiro. O amigo mais chegado que não nos deixa nunca, nem na hora da pobreza. Na hora da angústia, ele é mais que um irmão. 
Aproxime-se de Jesus. Encontre segurança em seus conselhos. Compartilhe da alegria da sua presença.  


Não se preocupe em não ter muitos amigos, pois, você tem o melhor amigo, Jesus.

sábado, 22 de abril de 2017

Líder sábio

1Coríntios 3.6-9

“Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens.” (Cl 3.23).

Um líder deve ter as seguintes qualidades: Humildade, propósito, confiança, personalidade, calma, domínio próprio, paciência, simpatia, abnegação, obediência e amor. Bruce Larson, em seu livro Vento e Fogo, assinala alguns fatos interessantes sobre o grou do Canadá: “Estes grandes pássaros, que voam por longas distâncias, através de continentes, têm três qualidades notáveis. Primeiro, eles alternam a liderança. Nenhum pássaro fica na frente o tempo todo. Segundo, eles escolhem líderes capazes de lidar com turbulência. Por fim, durante todo o tempo em que um pássaro está na frente, os demais o seguem emitindo um som como de buzina, aprovando sua liderança. 
Este seria um modelo muito bom para a igreja. Certamente nós precisamos de líderes que saibam lidar com turbulência e que entendam que a liderança deve ser compartilhada. Mas, acima de tudo, precisamos de uma igreja em que todos se unam e que estejam o tempo todo “buzinando” encorajamento.
Deus nos chama para servi-lo e, por vezes, somos colocados na frente, para dirigir algum trabalho especial. Como temos exercido nossa liderança? 
Precisamos sempre lembrar que a obra é de Deus. Nós somos apenas cooperadores nesta obra. Que todos nós, quando líderes, saibamos agir com humildade e amor e, quando liderados, possamos ajudar e encorajar nosso líder.


Alegre-se, seja qual for o seu trabalho para o Senhor.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Um escritor

Salmo 45.1-3

“Vede com que letras grandes vos escrevi de meu próprio punho” (Gl 6.11).

“Somos todos escritores, só que alguns escrevem e outros não”, escreveu José Saramago. Esta frase tem feito muito sentido na minha vida. Quando comecei a escrever achava que não conseguiria. Até que percebi que escrever é simplesmente transferir o que temos em nossa mente, o que temos estudado, para o papel ou para o computador. Depois de algum tempo, isso vai se tornando um hábito. O que escrevemos fica guardado, é compartilhado. Se não escrevermos, amanhã, nem nós mesmos vamos nos lembrar sobre o que estávamos pensando.
No salmo 45 vemos o salmista escrevendo um cântico homenageando o rei. Um cântico de casamento. O escritor do salmo revela que enquanto estava escrevendo, boas palavras encheram seu coração, lindas palavras vieram à sua mente. Ele diz: “A minha língua é como a pena de um habilidoso escritor.” Pode ser que este salmo tenha sido composto primeiro oralmente e, depois, escrito. 
Somos todos escritores. Escreva o que você fala, escreva o que você pensa e se torne um escritor. Temos um compromisso de transmitir a mensagem da palavra de Deus. Em Apocalipse 22.10 encontramos o seguinte ensino: “Não seles as palavras da profecia deste livro, porque o tempo está próximo.” Não sele, não feche, não guarde sua Bíblia em casa. Anuncie falando, pregando e também escrevendo sobre os seus ensinos. Seu coração vai se encher de boas palavras quando você assumir o compromisso de escrever sobre o livro da vida. 


Separe tempo para escrever. 

quinta-feira, 20 de abril de 2017

A preguiça

Provérbios 6.6-11

O preguiçoso deseja e nada tem, mas a alma dos diligentes se farta” (Pv 13.4).

Um garotinho de seis anos chorava a um canto da casa. A mãe foi atendê-lo:
- Que aconteceu, meu filho?
- Acabei de aprender a amarrar o cadarço.
- Então, parabéns. Isso é ótimo!
Sendo mãe sábia, ela elogia o menino e comemora a sua vitória: 
- Você está mesmo crescendo, hein? Mas me diga, por que você ainda está chorando? 
 E lá vem uma resposta reveladora:
- É porque agora eu vou ter que fazer isso pelo resto da minha vida.
Salomão diz que o preguiçoso deve aprender com a formiga. Realmente, a formiga é um bom exemplo de um verdadeiro trabalhador. A formiga trabalha aos bandos, há uma organização dividida por tarefas entre esses bichinhos. Elas trabalham sem parar durante o verão, para depois comer o que conseguiram, no inverno. Além disso, uma formiga pode transportar uma carga superior ao seu próprio peso.
Salomão diz que quem se deixa levar pela preguiça terá a pobreza como um ladrão visitante. Sabemos que outros fatores podem trazer problemas econômicos, mas muitas vezes a preguiça é seu causador. 
A preguiça também é um perigo em outras áreas. Não devemos simpatizar com ela. Pela preguiça podemos deixar de cuidar de nossas responsabilidades no lar, no trabalho e na igreja. O pior é que a preguiça pode nos deixar pobres espiritualmente. 


O trabalho traz recompensa, a preguiça prejuízo. 

Links

Mensagens Diárias (237) Ilustrações (64) Videos (40) Encorajamento (28) Pastoral (28) Estudos (27) Downloads (26) Datas (21) Áudio (20) Pão Diário (13) Devocional (12) Natal (11) Fábulas (9) Liderança (9) Páscoa (9) Oração (8) 7 Virtudes (7) Sermão (5) Dia das Mães (4) Missões (4) Dia dos Pais (3) Malaquias (3) Aniversário (2) Classe de Novos Membros (2) Cânticos Cifrados (2) Eleições (2) Estudo Bíblico (2) Família (2) Finanças (2) Frases (2) Fé para hoje (2) Ilustração (2) Ilustrações Variadas (2) Notícias (2) Podcast Mensagens (2) Política (2) Santa Ceia (2) Simplicidade (2) Slides (2) Voto (2) 181 Meditações (1) 7 Palavras da Cruz (1) A Razão de nossa fé (1) Artigo (1) Bem Aventuranças (1) Breve Catecismo (1) Calvino (1) Carnaval (1) Catecismo (1) Catecismo Maior (1) Catecismo para Crianças (1) Certeza da Salvação (1) Cinco Pontos do Calvinismo (1) Comentário (1) Confecção de Atas Eletrônicas (1) Confissão de Fé de Westminster (1) Conheça Sua Bíblia (1) Contando os dias (1) Conversão de Manasses (1) Cooperadores (1) Crise do Fazer (1) Células (1) Dadas (1) Dez Palavras (1) Dia Internacional da Mulher (1) Dia da Bíblia (1) Dia da Pátria (1) Dons (1) Doutrinas (1) Efésios; Estudo Bíblico; Comentário (1) Elevo os meus olhos (1) Enchei-vos do Espírito (1) Estudos; (1) Fides Reformata (1) Formatura 1990 SPS (1) Grandeza do Criador (1) Hinário Novo Cântico (1) Hinário Novo Cântico Cifrado (1) História dos Hinos (1) Manual Presbiteriano (1) Manual Unificado (1) Não Adulterarás (1) Opressão (1) Parábolas (1) Paz Diaria (1) Reforma (1) Rev. Andrei (1) Sete Virtudes Celestiais (1) Slide Hinos e Cânticos (1) Tentação (1) Tozer (1) Ultimato (1)