sexta-feira, 22 de junho de 2018

Justiça injusta

Tiago 5.7-9

Há apenas um Legislador e Juiz, aquele que pode salvar e destruir (Tg 4.12a).

Acreditar em justiça em um mundo que até a própria justiça é injusta é uma ilusão. Quero ilustrar este pensamento com as palavras do cantor Valter Júnior. Ele disse: “Uma das coisas que tive maior dificuldade para entender quando estudei Direito foi que Direito não é igual a justiça. Cumpre-se o Direito, mas nem sempre com isso se alcança a justiça. O que nos leva a concordar com a máxima de que a justiça dos homens é falha. Quanto aos operadores do Direito, cabe-lhes fazer o seu trabalho mesmo sabendo que com isso nem sempre a justiça será feita. Imagine um caso que terminou sem condenação porque as testemunhas não quiseram depor ou prazos foram descumpridos. O Direito define o fim da ação e diz que fez o seu trabalho, mas a justiça não foi feita. Bom seria se houvesse empenho para se aperfeiçoar as leis de modo a estarmos com elas mais próximos da justiça”.  Se as leis são falhas a justiça não será feita. Sempre existirão pessoas mal intencionadas em procurar brechas e imperfeições nas leis para fazer o mal. 
Ao contrário da justiça humana, devemos acreditar na justiça divina. Deus é o justo juiz. A justiça de Deus não falha, nem tarda, como alguns dizem. A vida neste mundo, diante de tamanha imperfeição, crises, maldades, exige de nós paciência. Por mais que queiramos “fazer justiça”, temos que entender que nem sempre ela será feita. Dificilmente ela será feita de forma completa e perfeita. Tiago diz: “Portanto, irmãos, sejam pacientes até a vinda do Senhor” (Tg 5.7a). A aparente demora da justiça incomoda muito. Só que a justiça não demora, ela tem o seu tempo certo. E este tempo se aproxima. “O Juiz já está às portas!” (Tg 5.9b).
Deus é fiel, ele governa sobre todas as coisas. Trará à luz todas as obras, julgará a todos com justiça. Aqueles que creem em Deus mediante a fé em Jesus serão justificados. Os que viveram conforme a sua própria justiça serão condenados. 

Uma espera paciente trará colheita preciosa. 

quinta-feira, 21 de junho de 2018

A Viúva de Sarepta

1Reis 17.7-16

O Senhor é a minha força e o meu escudo; nele o meu coração confia, e dele recebo ajuda. Meu coração exulta de alegria, e com o meu cântico lhe darei graças (Sl 28.7).

Era um tempo de grande fome na terra. Deus trazia provações sobre Israel. Elias, por algum tempo, foi miraculosamente sustentado por Deus através de corvos, que lhe traziam pão e carne no deserto. Depois que o riacho secou, Deus o envia à cidade de Sarepta. “Ordenei a uma viúva daquele lugar que lhe forneça comida” (1Rs 17.9b). “Sarepta está situada no território fenício controlado pelo sogro de Acabe. Elias estava visitando território inimigo e demonstrando o poder de Deus em uma área onde Baal era cultuado, apesar de inoperante devido a seca” (Donald J. Wiserman). 
Elias chega na casa desta viúva e lhe pede comida. Ela só tinha um pouco de farinha e um pouco de azeite. Mesmo assim, ela fez o que o profeta lhe dissera. E aconteceu que a comida durou muito tempo. “Pois a farinha na vasilha não se acabou e o azeite na botija não se secou, conforme a palavra do Senhor proferida por Elias” (1Rs 17.16). Grande prova passou a viúva de Sarepta. Disse ela: “Como é que posso tomar providências, se eu mesma e o meu filho estamos aqui a perecer? Este é o resto de azeite que temos”. Mas ela confiou na palavra de Elias e se submeteu à sua ordem: “Vai e usa o azeite, prepara primeiro o alimento para o Profeta”. E o azeite da viúva não se acabou enquanto durou a fome. O profeta que fora abençoado com a ajuda de corvos, agora é abençoado pela ajuda de uma mulher viúva. Ao mesmo tempo esta mulher que é instrumento de bênção para o profeta, também é ricamente abençoada por sua hospitalidade. Deus foi glorificado naquela cidade pagã. 
Esta história nos ensina muitas coisas sobre a confiança em Deus. Fica claro que a providência de Deus é sempre presente. Deus não falha como os deuses deste mundo. Também vemos que o suprimento só é obtido após o ato de grande entrega. A fé foi provada e aprovada. 

Grande é o Senhor, o seu amor dura para sempre.