sexta-feira, 10 de junho de 2011

Invisível

Salmo 33.13-22
O Senhor vê os caminhos do homem e examina todos os seus passos. (Pv 5.21)
Os super-heróis dos quadrinhos sempre despertam atenção. Se você pudesse ter um dos poderes dos super-heróis qual você escolheria?

Entre os poderes, acho interessante a capacidade da invisibilidade. Em um dos mais recentes filmes de Super-heróis, o “Quarteto Fantástico”, um dos personagens é a Mulher Invisível. Ela é capaz de desviar a luz ficando invisível e pode deixar qualquer outra coisa invisível. Destaco a invisibilidade, pois mesmo sabendo de sua impossibilidade, parece que tentamos fazer de conta que possuímos este poder. Ficamos invisíveis quando deixamos de expressar nossa opinião em uma roda de amigos. Ficamos invisíveis quando nos escondemos em nossa casa de algum compromisso. Achamos que estamos invisíveis quando pecamos e ninguém está nos vendo. O pior acontece quando os outros nos tornam invisíveis. Isso ocorre quando, mesmo cercados de muita gente, parece que ninguém se importa conosco. Ninguém ouve o que falamos, nem se preocupa com o que estamos sentindo. Alguns nos enxergam apenas para nos criticar.
Na Bíblia encontramos algumas pessoas que se sentiram invisíveis. Eles clamaram a Deus na sua dor. Jeremias disse: “Lembra-te, SENHOR, do que tem acontecido conosco; olha e vê a nossa desgraça” (Lm 5.1). Davi disse: “Olha para a minha direita e vê; ninguém se preocupa comigo. Não tenho abrigo seguro; ninguém se importa com a minha vida” (Sl 142.4).
Mesmo em sua dor, Davi e Jeremias reconheceram que a presença de Deus é capaz de suprir a ausência e o desprezo das pessoas. Davi disse: “Tu és o meu refúgio; és tudo o que tenho na terra dos viventes” (Sl 142.5).
Deus vê toda a humanidade. Não somos invisíveis para Deus. Nossos problemas estão diante dele. O Senhor protege os que o temem, aqueles que têm esperança em seu amor. O livramento de Deus é uma realidade até mesmo em tempos de maior desespero. Nesta confiança alegre o seu coração.

O Deus invisível te coloca em destaque. 
Rev. Hebert dos Santos Gonçalves