quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Experiência Própria - Endividamento do Natal


Você está a beira do abismo do consumo e do endividamento das festas de fim de ano! Quantos se deixam envolver pelo gasta-gasta do Natal e amargam as contas durante os primeiros meses do ano novo!
Você pode aplicar princípios da Bíblia para viver um período de festas abençoado e livre da "ressaca financeira".
Gaste menos do que você recebe. Usando o 13o, férias, talvez você possa colocar alguma coisa na poupança. Não devemos gastar só porque recebemos dinheiro extra.
Dê presentes que não podem ser comprados. Os presentes mais preciosos não podem ser comprados com dinheiro, como por exemplo amor, compromissos de fidelidade, apoio, amizade. Escreva um cartão, carta, diga pessoalmente qual é o seu presente.

Faça uma lista de presentes. Antes de sair, faça uma lista com nomes, presentes e preços. Calcule o custo total. Este custo cabe dentro do seu orçamento? Decida quanto você pode ou deve gasta por presente neste Natal. Depois disso você pode sair às compras!
Não compre nada porque está barato. Evite cair na tentação de comprar algo que não está na sua lista para aproveitar o preço. O nosso Pai Celeste no futuro vai suprir outras oportunidades para comprar o necessário.
Não dê cheque pré-datado! Cuidado com o cartão de crédito! Lembre-se de que os meses de janeiro e fevereiro contém muitas despesas extras, devido às férias escolares, matrículas, livros, etc. Não empurre para lá os gastos de final de ano!
Você percebe a diferença entre "eu preciso!" e "eu quero!" ? Analise com cuidado os seus desejos. Você não será menos feliz por não satisfazer todos os seus desejos. Este pode inclusive ser um bom momento para desenvolver um aspecto importante da vida: auto-controle.
Organize sua vida financeira. O décimo terceiro, bonificações, etc. servem também para saldar dívidas que porventura existam. Organize o seu orçamento familiar.
Ajude as pessoas. Use os recursos dados por Deus com responsabilidade e sabedoria. Procure ajudar pelo menos uma família neste Natal.
Espero em Deus que celebrar o Natal com fidelidade, valores adequados e disposição de ver Deus agindo permitam a você experimentar o verdadeiro sentido do Natal - celebrar o presente de Deus - Cristo Jesus.