quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Simplicidade


Por Revista Ultimato
Ó Deus, dá-me um estilo de vida simples, sem vaidade, sem anéis de ouro nos dedos, sem trajes de luxo1, sem Mercedes, sem sofisticação, sem exibicionismo. Faze-me girar em torno do ser e não em torno do ter.
            Não me deixes ficar nem rico nem pobre. Dá-me o suficiente para eu viver. Porque se eu tiver muito mais do que é necessário, corro o risco de me tornar auto-suficiente. E se eu ficar pobre, corro o risco de invejar os outros e ficar zangado contigo.2

            Se eu vier a ter mais do que preciso, livra-me de inventar e justificar despesas sem fim e ainda reclamar que ganho pouco. Se eu vier a ter mais do que preciso, concede-me a alegria de distribuir o excedente, com os meus entes queridos3, com os pobres e com a evangelização do mundo.
            Ensina-me a arte de viver contente em toda e qualquer situação, na abundância e também na escassez.4 Não me deixes relacionar alegria com dinheiro, com riqueza, com fartura, com presentes, com sucesso, com elogios, com fama e com prêmios. Faze-me lembrar vezes seguidas das palavras do próprio Senhor Jesus: “Mais bem aventurado é dar que receber”.5
            Livra-me da escravidão do dízimo, de achar que o dízimo é a medida única de minhas contribuições, algo que me dispense de qualquer outra liberdade e que me faça repousar tranqüilo diante do clamor das multidões sem Cristo e sem pão. Ajuda-me a gastar menos para dar mais.
            Não me deixes dar com o intuito de receber. Livre-me desta irreverência, desta perversão, deste absurdo, desta negociata  desta malversação. Ajuda-me a dar, não para ajuntar mais riquezas neste mundo, onde as traças e as ferrugem ainda destróem e onde os ladrões ainda arrombam e roubam,6  mas para expressar o meu amor por ti e pelo próximo e meu zelo pela expansão do teu reino. Santifica a minha oferta.
            Dá-me a simplicidade de Jesus Cristo, que sendo rico, se fez pobre por amor de mim7, que teve a coragem de nascer num estábulo8 , que não tinha onde reclinar a cabeça9 , que precisou de um jumento emprestado para entrar em Jerusalém10, que recebia assistência da parte de algumas mulheres da Galiléia11.  Amém 

1 Tg.2:2-4,   2  Se, portanto, entrar na vossa sinagoga algum homem com anéis de ouro nos dedos, em trajos de luxo, e entrar também algum pobre andrajoso, 3  e tratardes com deferência o que tem os trajos de luxo e lhe disserdes: Tu, assenta-te aqui em lugar de honra; e disserdes ao pobre: Tu, fica ali em pé ou assenta-te aqui abaixo do estrado dos meus pés, 4  não fizestes distinção entre vós mesmos e não vos tornastes juízes tomados de perversos pensamentos?
2 Pv.30:7-9  7 Duas coisas te peço; não mas negues, antes que eu morra: 8 afasta de mim a falsidade e a mentira; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; dá-me o pão que me for necessário; 9 para não suceder que, estando eu farto, te negue e diga: Quem é o SENHOR? Ou que, empobrecido, venha a furtar e profane o nome de Deus.
3 I Tm.5:4   4  Mas, se alguma viúva tem filhos ou netos, que estes aprendam primeiro a exercer piedade para com a própria casa e a recompensar a seus progenitores; pois isto é aceitável diante de Deus.
4 Fp.4:10-13  11  Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. 12  Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; 13  tudo posso naquele que me fortalece.
Tiago 1:9-10 “O irmão, porém, de condição humilde glorie-se na sua dignidade, 10  e o rico, na sua insignificância, porque ele passará como a flor da erva.”
5 At.20:35 35 Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é mister socorrer os necessitados e recordar as palavras do próprio Senhor Jesus: Mais bem-aventurado é dar que receber.
6 Mt.6:19 19 Não acumuleis para vós outros tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam;
7  8 Lc.2:7 7  e ela deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou-o e o deitou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria.
9 Lc.9:58  58  Mas Jesus lhe respondeu: As raposas têm seus covis, e as aves do céu, ninhos; mas o Filho do Homem não tem onde reclinar a cabeça.
10 Mc.11:1-7  1 ¶ Quando se aproximavam de Jerusalém, de Betfagé e Betânia, junto ao monte das Oliveiras, enviou Jesus dois dos seus discípulos 2  e disse-lhes: Ide à aldeia que aí está diante de vós e, logo ao entrar, achareis preso um jumentinho, o qual ainda ninguém montou; desprendei-o e trazei-o. 3  Se alguém vos perguntar: Por que fazeis isso? Respondei: O Senhor precisa dele e logo o mandará de volta para aqui. (Jumento custa R$ 25,00 no Norte – Concórcio de moto baixou o preço do jumento)
            11 Lc.8:1-3   1 Aconteceu, depois disto, que andava Jesus de cidade em cidade e de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o evangelho do reino de Deus, e os doze iam com ele, 2  e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; 3  e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, Suzana e muitas outras, as quais lhe prestavam assistência com os seus bens.