terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Tempo do Natal


Por Rev. Carlos Orlandi Jr 
Texto: Mateus 2.1-12

É chegado o tempo do Natal. As ruas denunciam esta proximidade. Há luzes por todos os ladas, celebrações festivas nas firmas e famílias. Há árvores de Natal, papai-noel por todo canto, apelo às compras de presentes... O que fizemos com o Natal ? Que tempo é esse? Natal tem relação com nascimento – que nascimento nós comemoramos nos nossos dias ?

Ao voltarmos nossos olhos para a Palavra de Deus, no texto acima mencionado, encontramos os registros que nos levam ao primeiro Natal – o nascimento de Jesus. Neste texto escrito pelo evangelista Mateus, há algumas reflexões importantes neste tempo de Natal.


1. Natal é Tempo de lembrarmos que Deus é Fiel!

Mateus ao escrever seu evangelho, toma por base os seus destinatários. Ele escreve para judeus para enfatizar e visibilizar o fato que Jesus Cristo é o Messias. Para tanto, Mateus lança mão do uso de diversos textos do Antigo Testamento para revelar seu cumprimento em Cristo. Para Mateus, as promessas de Deus são cumpridas em Cristo. Assim, o Natal é tempo de olharmos para a vida na perspectiva que céus e terra poderão passar, mas as palavras do Senhor não passarão. Quando o homem caiu no pecado, em Gênesis 3.15; o Senhor Deus faz uma promessa a raça humana: “Porei inimizades entre ti e a mulher, entre a tua descendência e o seu descendente, este te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar”. Alguns estudiosos apontam para a primeira promessa de salvação de Deus. O descendente que feriria a cabeça da serpente. Isaías 9 também traz uma promessa sobre a chegada do Messias: “Eis um menino vos nasceu e o seu nome será Maravilho Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz”... Outra ainda em Isaias 11: “Do tronco de Jessé sairá um rebento, e das suas raízes um renovo”. Estas e tantas outras promessas, são encarnadas, concretizadas no nascimento de Jesus. O Natal é tempo de lembrarmos que por mais que o tempo passe, Deus é fiel as suas promessas.

2. Natal é Tempo de Adoração ao Deus conosco

Os magos que viram a estrela, seguem a Jerusalém e vão ao palácio e dizem a Herodes: “Onde esta o recém-nascido rei dos judeus? Porque vimos a sua estrela no Oriente, e viemos para adorá-lo” (v.2). O propósito da caminhada dos magos era adorar o rei dos judeus. Homenagear, exaltar o recém-nascido. Adoração que tem sua sede no coração. Os magos disseram ao Rei Herodes de suas intenções (v.3), o rei inquiriu os estudiosos sobre o nascimento do Messias, e depois disse aos magos: “Ide informar-vos cuidadosamente a respeito do menino, e, quando o tiverdes encontrado, avisai-me, para eu também ir adorá-lo” (v.8). Na verdade, pelo descrito por Mateus em 2.16-18, a intenção não era adoração, mas aniquilação. Herodes mataria o pequeno infante para não ter seu trono ameaçado. Nunca desejou adorá-lo. O Natal é este tempo de adoração, de reconhecer quem entre nós nasceu e porque nasceu. Mas uma adoração que venha da alma, do mais profundo do coração humano.

3. Natal é Tempo de Compartilhar as Bênçãos

Os magos que vieram do Oriente para adorar, vieram munidos de presentes para compartilhar. Não vieram de mãos vazias, vieram trazendo presentes precisos que são descritos como: Ouro, incenso e mirra (v.11). Da indiferença e marginalização da manjedoura ao presentes preciosos ao pequeno infante, o que vemos é que o Natal deve trazer em nossos corações uma ação de ir a, de mover-se em direção de... Os magos foram para compartilhar. Compartilhe seu amor, compartilhe sua fé, compartilhe seus recursos, compartilhe o que você tem de melhor... É tempo de vencermos obstáculos, de caminharmos para nos aproximar de alguém e celebrar a paz que Jesus nos traz.

4. Natal é Tempo de Mudança de Rota

Os magos que vieram do Oriente, antes de seguirem à Belém, passaram por Jerusalém. Certamente, a rota natural de volta seria o retorno por Jerusalém. Mas Mateus diz: “Sendo por divina advertência prevenidos em sonho para não voltarem a presença de Herodes, regressaram por outro caminho” (v.12). O Natal é tempo de mudança de rota. É impossível ter um encontro verdadeiro com o Senhor e não retornar por outro caminho. A vida precisa ganhar uma outra rota. Encontrar na manjedoura o rebento do amor de Deus deveria levar cada adorador a um caminho sobremodo excelente, descrito por Paulo em 1 Coríntios 13.

Que tempo é esse que você tem celebrado neste Natal ?


Links

Mensagens Diárias (237) Ilustrações (64) Videos (40) Encorajamento (28) Pastoral (28) Estudos (27) Downloads (26) Datas (21) Áudio (20) Pão Diário (13) Devocional (12) Natal (11) Fábulas (9) Liderança (9) Páscoa (9) Oração (8) 7 Virtudes (7) Sermão (5) Dia das Mães (4) Missões (4) Dia dos Pais (3) Malaquias (3) Aniversário (2) Classe de Novos Membros (2) Cânticos Cifrados (2) Eleições (2) Estudo Bíblico (2) Família (2) Finanças (2) Frases (2) Fé para hoje (2) Ilustração (2) Ilustrações Variadas (2) Notícias (2) Podcast Mensagens (2) Política (2) Santa Ceia (2) Simplicidade (2) Slides (2) Voto (2) 181 Meditações (1) 7 Palavras da Cruz (1) A Razão de nossa fé (1) Artigo (1) Bem Aventuranças (1) Breve Catecismo (1) Calvino (1) Carnaval (1) Catecismo (1) Catecismo Maior (1) Catecismo para Crianças (1) Certeza da Salvação (1) Cinco Pontos do Calvinismo (1) Comentário (1) Confecção de Atas Eletrônicas (1) Confissão de Fé de Westminster (1) Conheça Sua Bíblia (1) Contando os dias (1) Conversão de Manasses (1) Cooperadores (1) Crise do Fazer (1) Células (1) Dadas (1) Dez Palavras (1) Dia Internacional da Mulher (1) Dia da Bíblia (1) Dia da Pátria (1) Dons (1) Doutrinas (1) Efésios; Estudo Bíblico; Comentário (1) Elevo os meus olhos (1) Enchei-vos do Espírito (1) Estudos; (1) Fides Reformata (1) Formatura 1990 SPS (1) Grandeza do Criador (1) Hinário Novo Cântico (1) Hinário Novo Cântico Cifrado (1) História dos Hinos (1) Manual Presbiteriano (1) Manual Unificado (1) Não Adulterarás (1) Opressão (1) Parábolas (1) Paz Diaria (1) Reforma (1) Rev. Andrei (1) Sete Virtudes Celestiais (1) Slide Hinos e Cânticos (1) Tentação (1) Tozer (1) Ultimato (1)