sexta-feira, 18 de julho de 2014

Justiça

I João 3.7-10

O Senhor é justo em todos os seus caminho e é bondoso em tudo o que faz (Sl 145.17).

“Se a escada não estiver apoiada na parede correta, cada degrau que subimos é um passo a mais para um lugar equivocado.” Se nossa vida não estiver apoiada na parede da justiça podemos até subir, mas não chegaremos a um bom lugar.
Não vos deixeis enganar, diz o texto de 1 João. Nos enganamos quando não damos a devida atenção à necessidade da prática de boas obras, da santidade e da justiça. Estamos enganados se estas boas coisas se tornam um fardo pesado para nós, chato, sem graça e ao mesmo tempo somos atraídos por práticas nada louváveis, quando achamos bom o egoísmo, nos divertimos na malícia e até chamamos vingança de justiça. 

O ensino do texto é claro: “Aquele que pratica justiça é justo”. Ser justo é andar em conformidade com o que é direito. Justo não é alguém que de vez em quando faz uma boa ação, ajuda um necessitado, vai à igreja. Justo é aquele que em suas ações tem como pratica fazer o bem. Um busca diária para que seus pensamentos, decisões e palavras sejam agradáveis a Deus.
Temos um padrão perfeito do que é justiça, a Justiça de Deus: “Assim como Ele é justo” Fica fácil às vezes na terra dos cegos ser rei com um olho. Em meio a tanta corrupção e maldade parece que até não estamos tão mal. Nosso alvo não deve ser apenas aquilo que vemos os outros fazendo. Se nosso alvo for apenas o que os outros fazem, logo estaremos limitando nossa ação. Precisamos ter Deus como padrão de Justiça.
Como filhos de Deus devemos almejar a sua santidade. Buscamos nos espelhar em nosso pai. Um bom filho mesmo não sendo perfeito está sempre atento ao ensino de seu pai. Crescendo dia a dia cada vez fica parecido com ele.
Grande é nossa responsabilidade ser perfeito como perfeito é nosso pai que está nos céus. Também este é um grande privilégio dado por Deus a nós homens pecadores.
O justo embora ainda peque não vive na prática do pecado. Precisamos rever nossas prioridades.


Minha busca constante deve ser o que é justo e não o que é impuro.

Rev. Hebert dos Santos Gonçalves