quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Deus não gosta

Deus não gosta

Provérbios 6.16-19

A sabedoria repousa no coração dos que têm discernimento, e mesmo entre os tolos ela se deixa conhecer (Pv. 14-33).

O que você não gosta? O que te deixa irritado? Será que é o mesmo que Deus não gosta? Se pedissem para darmos exemplos de sete coisas que detestamos, talvez passaríamos longe do que é detestável a Deus. Há no homem uma falta de conhecimento da vontade de Deus. Neste texto de Provérbios encontramos sete coisas que Deus não gosta. Coisas que devemos nos afastar continuamente. O número sete aqui não quer limitar o que Deus não gosta a apenas sete coisas, mas listar algumas coisas entre muitas.

Olhos altivos. Deus odeia o olhar orgulhoso, olhar de quem acha que domina o tempo e estações. Olhar de domínio, como quem pode tudo. Deus aborrece toda falta de humildade.  
Língua mentirosa. Toda forma de mentira desagrada a Deus. A mesma língua que louvamos a Deus, pode ser usada para enganar o próximo.  
Mãos que derramam sangue inocente. Deus odeia toda forma de ódio contra alguém, toda violência praticada em atos e no coração. Devemos recusar a “satisfação” da vingança. O gostinho da desforra.
Coração que trama projetos iníquos. É do coração que provem todo o mal. O assassino que tira a vida de outrem concebeu antes o crime no coração. Deus odeia os sentimentos maus que se aninham no coração.       
Pés que se apressam a correr para o mal. Deus odeia aquele que põe em prática seus maus pensamentos. Que tem pressa para fazer o que é mal. Deus não se agrada dos passos que damos para arruinar a nossa própria vida e a vida de nosso próximo.   
Testemunha falsa que profere mentiras: Mais uma vez a mentira é destacada com algo que Deus detesta. Deus odeia o mentiroso de canto em canto cochichando nos ouvidos venenos contra alguém.
O que semeia contendas entre os irmãos. O texto diz que seis coisas Deus aborrece, a sétima Ele abomina.  Separar o que Deus uniu através da morte de seu filho Jesus é o que Deus mais detesta.

Faça o bem, principalmente seja um instrumento de amor para as pessoas.

Rev. Hebert dos Santos Gonçalves