sábado, 14 de maio de 2016

Muito mais!

2 Samuel 7.22-29 

[Davi,] sua dinastia e seu reino permanecerão para sempre diante de mim; o seu trono será estabelecido para sempre (2Sm 7.16). 

Davi foi um homem que experimentou a bondade e a fidelidade do Senhor. No capítulo do texto de hoje, Deus faz um resumo de sua história, dizendo: “Eu o tirei das pastagens ... para ser o soberano de Israel ... sempre estive com você por onde você andou e eliminei todos os seus inimigos. Agora eu o farei tão famoso quanto os homens mais importantes da terra ... Escolherei um dos seus filhos para sucedê-lo” (v 8-9;12b).
Davi recebeu de Deus muito mais do que merecia. Ele reconhece isso dizendo que sua vida era cercada pela bondade de Deus: “Quem sou eu ... para que me trouxesses a este ponto?” (v 18). Aos olhos humanos ele não era nada. Entre seus sete irmãos, Davi foi desconsiderado quando Samuel, orientado por Deus, procurou sua família para consagrar o novo rei (1Sm 16.6-13). Deus chama a atenção de Samuel dizendo que ele não deveria atentar para a aparência, porque o Senhor não vê como o homem (1Sm 16.7). Enquanto os outros nos julgam pelo emprego que temos, pelo nosso carro, nosso peso ou nossas roupas (o exterior), Deus vê o interior. Entre todos aqueles irmãos, ele escolheu Davi para reinar em Israel.
Talvez nossa história não seja igual à de Davi, mas a dele mostra que podemos ter uma vida bem-sucedida quando nossa mente está em Deus. Podemos achar que não somos suficientemente bons para receber algo de Deus, mas ele não está preocupado com isso. Para Deus, o que importa é se estamos dispostos a amá-lo e a nos tornarmos o que podemos ser pela sua graça. O que sou não irá interferir no que posso ser, desde que Deus seja o agente de transformação da minha vida. O que ele deseja é encontrar em nós a disposição do salmista que disse: “Dispus o meu coração para cumprir os teus decretos até o fim” (Sl 119.112).


Quem entrega sua vida a Cristo experimenta sua bondade diariamente!