terça-feira, 17 de maio de 2016

Na doença

Salmo 16.1-11 

O espírito do homem o sustenta na doença, mas o espírito deprimido, quem o levantará?
(Pv 18.14). 

Aparentemente não existe nada que abale mais o ser humano do que a enfermidade. Quando estamos doentes sentimo-nos pequenos, desprotegidos e assustados. Mas até mesmo na doença temos esperança quando buscamos a presença de Deus. Ele fortalece nosso espírito, sustentando-nos nas piores condições. Quando buscamos o Senhor e o temos ao nosso lado, não seremos abalados. Deus promete nos munir de forças para suportar a doença. Ele afofa a nossa cama. A alegria da presença de Deus inunda nosso coração e, como diz o v 9: “Por isso o meu coração se alegra e no íntimo exulto; mesmo o meu corpo repousará tranquilo”.
Realmente é na hora da enfermidade que experimentamos a verdadeira convicção de que só Deus pode cuidar de nós. Mesmo se tivermos todos os recursos da Medicina à nossa disposição, nossa verdadeira esperança é somente Deus. Ele realmente pode nos guardar seguros. O salmista faz um pedido que precisamos repetir: “Protege-me, ó Deus, pois em ti me refugio”. Ele clama ao Senhor: “Guarda-me ó Deus”. 
A pior doença não é a física, mas a espiritual. Quem não tem Deus sofre de uma enfermidade que abate muito mais do que qualquer outra coisa. A carência espiritual derruba mais do que uma doença física. Deus é nosso maior tesouro. Não existe outro bem comparável ao Senhor. Por isso precisamos buscar a Deus em todo o tempo e lembrar que Deus não nos guarda apenas na enfermidade: ele está presente durante todo o curso de nossa vida, mas a certeza da sua proteção só têm aqueles que nele confiam de todo o coração e nele se refugiam. Davi, além de confiar em que Deus cuidaria de seu corpo, também tinha como esperança a certeza da salvação eterna, que o libertava de toda ansiedade e temor. Mesmo o túmulo não seria o fim em sua vida. Ele diz: “Não me abandonarás no sepulcro”. Ele tinha convicção de que não permaneceria para sempre na morte. 

O Senhor o susterá em seu leito de enfermidade.