quarta-feira, 25 de maio de 2016

O dono da casa

1 Coríntios 6.12-20

Acaso não sabem que o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês? (1Co 6.19)

Com o progresso da engenharia, obras arrojadas e muito sofisticadas estão por todo lado. Apesar disso o Espírito Santo escolheu habitar em nós. Existem templos luxuosos e modernos, mas eles não podem ser comparados com o santuário do Espírito Santo, o nosso corpo.
 Uma residência tem como objetivo servir de moradia ao seu proprietário. Esse morador tem total controle sobre sua habitação. O mesmo deve acontecer conosco. Nós somos o templo do Espírito, por isso devemos viver sob sua direção.
Você consegue imaginar uma casa que não deixa seu dono entrar? Uma casa que abre apenas algumas portas, não permitindo seu morador entrar em determinados quartos? Ou pior, uma casa que expulsa seu morador, mandando-o para a rua? Não é possível? Como não? Uma casa pode ser invadida, abarrotada de inutilidades, empesteada por ratos, insetos, mofo... coisas que a tornam inabitável e põem o próprio dono em fuga.
Quando nos unimos a Cristo, porém, abrimos nossa “casa” e lhe damos livre acesso para tirar de lá tudo que o perturbe, para fazer uma grande limpeza e restaurá-la, e então o Espírito Santo passa a habitar em nós, dirigindo nossa vida. A cada dia nosso morador vai cuidando de nós e passamos a ser um edifício fortificado. Esta união muda nossa vida e nos tornamos pedras vivas (1Pe 2.5). A habitação do Espírito Santo nos vivifica (Rm 8.11).
Que você possa lembrar a cada dia que o Senhor não está somente ao seu lado, mas vive dentro de você. Que somos propriedade exclusiva de Deus (1Pe 2.9). Escute sua voz e responda ao seu chamado. 


Aproveite o privilégio de ser exclusivo de Deus.