segunda-feira, 20 de junho de 2016

Privilégio do tempo

Eclesiastes 3.1-8  

Guia-me com a tua verdade e ensina-me, pois tu és Deus, meu Salvador, e a minha esperança está em ti o tempo todo (Sl 25.5).

Como é bom ter tempo! É um grande presente que Deus nos dá constantemente, a que só damos o devido valor quando começamos a sentir sua falta. A valorização do tempo e a gratidão por ele não parecem ser bem entendidas em nossa sociedade. A maioria das pessoas perde muito tempo com aquilo que é material, com entretenimento, em sites de relacionamento e na internet, ou mesmo trabalhando para juntar mais e mais dinheiro. Enquanto isso, tem pressa com o que é realmente prioritário na vida: os relacionamentos pessoais, as necessidades daqueles que as cercam, o cuidado com a saúde física, emocional e espiritual. Ou seja, o que deveria ser priorizado não recebe tempo, enquanto o que é secundário ocupa muitas horas do dia...
O texto de hoje mostra-nos como Deus reservou para nós tempo para todas as atividades sem risco de prejuízos! Ele nos ensina que há tempo para tudo! É um engano deixar de fazer algo alegando falta de tempo: nosso tempo é sempre suficiente – o mau uso dele é que provoca essa sensação de “falta de tempo”. Quando isso acontece, na realidade pode haver uma necessidade de reorganização de nossa agenda. 
Por outro lado, este texto também nos ensina que todas as circunstâncias da vida são transitórias, têm o seu tempo próprio e possuem começo, meio e fim. Portanto, não podemos nem perdê-las e nem nos aprisionar a elas! Cada circunstância cumpre o seu propósito no tempo e em nós! Passamos pelo que temos de passar! Nosso sucesso ou fracasso diante de qualquer situação vai depender de a enfrentarmos com a ajuda de Deus ou não. Se confiarmos nele e formos obedientes aos princípios contidos em sua Palavra, vamos aproveitar o tempo da melhor maneira possível: vivendo para Deus! 


Aproveita bem seu tempo quem o dedica a Deus!