quinta-feira, 30 de junho de 2016

Recomeçar

1 Samuel 30.1-20 

Habito num lugar alto e santo, mas habito também com o contrito e humilde de espírito, para dar novo ânimo ao espírito do humilde e novo alento ao coração do contrito (Is 57.15). 

Qual seria a sua reação se, ao voltar de viagem, encontrasse a sua cidade destruída, a sua casa saqueada e, ainda, a sua mulher e seus filhos tivessem sido capturados pelos bandidos? Para complicar ainda mais a situação, sendo o líder do povo, você estivesse ameaçado de morte pelo próprio povo que lidera, agora revoltado com os fatos ocorridos na cidade? Naturalmente você ficaria desnorteado, tremendamente abalado, talvez desesperado, e choraria compulsivamente. 
Foi isso que aconteceu a Davi, o líder do povo de Israel. Os amalequitas (seus inimigos) haviam arrasado Ziclague e levaram cativos as mulheres e filhos dos homens de Deus que estavam em Jezreel.
A primeira reação natural de Davi foi, juntamente com o povo, chorar enquanto teve forças para fazê-lo. A segunda reação foi deixar-se invadir pela angústia quando percebeu que o seu próprio povo (seus amigos, irmãos, liderados) desejava apedrejá-lo. Como se não bastasse tanto sofrimento, agora ainda sofria com o temor de uma morte sangrenta por parte de seu próprio povo, e não dos inimigos. A solução do conflito de Davi veio a partir do momento em que ele teve uma reação divina e esperançosa, quando “se reanimou no Senhor seu Deus” (v 6). Graças a esse ânimo novo, Davi pôde mais uma vez confiar seus cuidados a Deus e consultá-lo se deveria ou não perseguir os seus inimigos. Davi entendeu que importava reanimar-se no Senhor, buscar sabedoria nele e viver consoante as suas ordens. Assim Davi foi vitorioso porque confiou na Palavra de Deus que o autorizou a ir ao combate. Armou-se de coragem, foi em busca dos inimigos, perseverou, alcançou-os e resgatou tudo o que havia perdido. Que seja essa a nossa experiência de vida todos os dias, nesse mundo tão conturbado e de tantas surpresas desagradáveis.  


Reanimemo-nos no Senhor e sejamos vitoriosos