sábado, 13 de agosto de 2016

AS PROVAÇÕES

Marcos 6.45-52

Pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles ( 2 Co 4.17).

O que são as provações? As provações são planejadas e permitidas por Deus para nos trazer para perto de si e construir em meio a elas o nosso caráter. Deus permite que as tempestades da vida nos alcancem para nos ensinar algo. Nenhuma tempestade surge em nossas vidas do nada. Precisamos lembrar durante uma tormenta que nos abate, que Deus conhece o momento pelo qual passamos e permitiu e até nos incitou para tal situação.
Em João 6, Jesus havia multiplicado pão para mais de 5 mil pessoas e sobraram 12 cestos cheios. Em Marcos 6.45 diz que feito isso, “Jesus compeliu (obrigou, instou) com seus discípulos a embarcar e passar adiante”. Nesta viagem, uma imensa tempestade se levanta contra o barquinho dos discípulos. Eles lutaram contra a tempestade do entardecer do dia (mais ou menos 5 da tarde) até a quarta vigília da noite (5 da manhã). Cerca de 11 horas eles remaram. Porque isso? Marcos 6.52 diz que “eles não haviam compreendido o milagre dos pães por causa da dureza de seus corações”.
Deus usa as provações para moldar o caráter de Cristo em nós. As provações são preciosos instrumentos nas mãos de Deus para esculpir a imagem de Cristo nos seus filhos. Jeanne Marie afirmou: “É o fogo do sofrimento que produz o fogo da santidade”. O Salmista dizia: “Foi-me bom ter passado pela aflição para que aprendesse os teus decretos” (Salmo 119.71).
Um dos exemplos mais extraordinários de uma vida provada no fogo – foi o personagem Jó. Após todo tipo de aflição, ainda em meio aos tormentos de uma imensa tribulação, Jó declara: “Eu te conhecia só de ouvir, mas agora os meus olhos te veem”.
As provações existem em nossas vidas para que aprendamos a depender de Deus em todas as coisas. Nas provações Deus analisa o quanto somos capazes de nos entregar a uma confiança e dependência plena do Senhor.


Deus usa as provações para moldar o caráter de Cristo em nós.