sábado, 3 de setembro de 2016

DEPRESSA

Genesis 19.15-17

Fujam da Babilônia! Cada um por si! Não sejam destruídos por causa da iniquidade dela (Jr 51.6).

É verdade que a pressa é inimiga da perfeição mas andar devagar demais pode ser perigoso. Vejam o que disse o pastor Elben da revista ultimato: “Você está calmo demais. Vagaroso demais. Seu caso é grave e exige urgência. Você está morrendo. Você está sob a ira de Deus. A paciência de Deus está no fim. A sua capacidade de ouvir as batidas na porta, de enxergar a luz e de reagir também estão no fim. Falta muito pouco para você se cauterizar por completo. Falta muito pouco para você se tornar um caso perdido. Falta muito pouco para você se mergulhar nas trevas para sempre”
Interessante que num mundo onde as pessoas correm todos os dias tentando cumprir seus diversas tarefas, muitos estão parados ou andando devagar demais, sem tomar algumas decisões importantes em sua vida. 
Algumas atitudes precisam ser tomadas rapidamente. São vitais e muito importantes para que a fé possa se manter viva e nossos os dias sejam abençoados. Depressa corra!
Depressa, busque reconciliação: Não tenha inimizades. Nada é tão ruim quanto saber que nossa convivência com alguma pessoa está abalada. Se você não está bem com alguém, procure esta pessoa e reconcilie-se com ela. Mt.5: 25 Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele; para que não aconteça que o adversário te entregue ao guarda, e sejas lançado na prisão.
Depressa, anuncie a Cristo: Quando Jesus ressuscitou o anjo disse para as mulheres: “Ide, pois, depressa e dizei aos seus discípulos que ele ressuscitou dos mortos” Mt 28.7. Cabe a nós hoje anunciar a Cristo. Jesus nasceu, viveu neste mundo, morreu para nos salvar, ressuscitou e está nos céus de onde virá para nos levar com ele no último dia. 
Depressa, fuja da impureza: O texto de provérbios 5.3-4 fala do perigo da tentação dizendo: “Porque os lábios da mulher licenciosa destilam mel, e a sua boca e mais macia do que o azeite; mas o seu fim é amargoso como o absinto, agudo como a espada de dois gumes.” O que parece bom é na verdade destruição. Devemos nos afastar, correr para longe da prostituição e todo tipo de tentação que nos afasta de Deus. 

Depressa corra para Jesus!