quinta-feira, 15 de setembro de 2016

É fácil?

Deuteronômio 30.11-14

A palavra está bem próxima de vocês; está em sua boca e em seu coração; por isso vocês poderão obedecer-lhe (Dt 30.14).

O texto de Deuteronômio 30 é bem conhecido por conter uma promessa de bênção para aqueles que buscarem a Deus e uma maldição para os que se afastam de seus mandamentos. É uma proposta bem clara e objetiva. Aqueles que obedecerem a Deus e seus mandamentos e se voltarem com todo o coração e com toda alma para o Senhor têm uma promessa de vida longa e abençoada. 
O que me chamou a atenção nesta passagem foram os versículos de 11 a 14 que nos dão ânimo e confiança para acreditar que isto é possível. Veja este texto na linguagem de hoje: — Os mandamentos que hoje estou dando a vocês não são difíceis de entender, nem de cumprir.  Não estão lá em cima, no céu, de modo que vocês perguntem: “Quem subirá até o céu a fim de nos trazer os mandamentos, para os ouvirmos e cumprirmos?”  Nem estão do outro lado do mar, de modo que perguntem: “Quem atravessará o mar a fim de nos trazer os mandamentos, para os ouvirmos e cumprirmos?”  Pelo contrário, os mandamentos estão aqui com vocês; vocês os guardam no coração e podem recitá-los e por isso devem cumpri- los.”
Deus nos diz:  “A palavra está mui perto de ti, na tua boca e no teu coração, para a cumprires.” Que grande e bela notícia. Amar e seguir a Deus está ao nosso alcance. Viver de uma forma que agrada a Deus é possível. Quando Deus se aproxima de nossa vida, não é difícil entender os seus caminhos nem de cumprir os seus mandamentos. 
A vida com Deus só se torna difícil quando nos afastamos Dele, quando não atentamos para o seu chamado. Deus tem um grande amor por nós e quer que seus filhos sejam salvos. No final desta passagem ele deixa claro isso quando diz: “Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam” (Dt 30.19).
Que vivamos sempre amando o Senhor, dando ouvidos à sua voz e apegando-se a ele. Precisamos ouvir Deus tocando em nosso coração e com nossa boca confessar Jesus como nosso Salvador. 


Vejam que hoje ponho diante de vocês vida e prosperidade, ou morte e destruição.