quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Eu acredito

Romanos 1.16-17

Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação. Rm 10.10

Em que você acredita? Você já escreveu alguma vez uma declaração de fé dizendo no que crê? Antigamente havia um costume de escrever o que se pensava a respeito de Deus como uma forma de afirmar sua fé. Na igreja primitiva existiam os chamados Credos, que eram uma declaração de fé resumida.
Os cantores Tiago e André Arrais escreveram uma música em que expressaram sua fé. Parte da letra diz:  “Eu acredito em um Deus e criador. Eu acredito em um Cristo sofredor. Acredito que Ele ama mais do que eu posso merecer. Morreu para dar vida ao que crê. Eu acredito na completa redenção. Eu acredito na divina intervenção. Acredito que há mais pra ver do que eu posso enxergar. Eu acredito na esperança do amanhã. Eu acredito no poder da oração. Acredito que Sua lei está dentro do meu coração. Guiando meu caminho e visão.”
Dizer, escrever, professar nossa fé é algo muito importante. Fazemos isso para mostrar às pessoas qual é a razão da nossa vida. Assim também podemos influenciar pessoas a buscarem a Deus. Também, quando escrevemos ou falamos a respeito do que cremos, estamos confirmando nossa vocação. Falando para nós mesmos. Assim nos firmamos na certeza de que Deus nos chamou. 2 Pedro 1.10 diz: "Portanto, irmãos, empenhem-se ainda mais para consolidar o chamado e a eleição de vocês, pois se agirem dessa forma, jamais tropeçarão." Dizer em que acredito é uma forma de fazer isso.
Portanto anote, fale, cante, expresse sua fé de todas as formas que você puder. Diga ao mundo no que você crê. Diga ao mundo que você ama a Deus. Que crê em Jesus como seu único Salvador e Senhor. Que Deus é a razão de seu viver. Diga o que você aprendeu na Bíblia a respeito de Deus.
Mesmo que muitos não tenham o costume de fazer isso, seja diferente. Comece hoje mesmo a escrever um pouco a respeito de sua relação com Deus, de seu entendimento da Bíblia.


Fé não se guarda, se pratica, se declara.