sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Felicidade

Salmo 28.6-8

Ao homem que o agrada, Deus dá sabedoria, conhecimento e felicidade. Quanto ao pecador, Deus o encarrega de ajuntar e armazenar riquezas para entregá-las a quem o agrada. Isso também é inútil, é correr atrás do vento (Ec 2.26).

Quer ter uma vida longa e feliz? Acredito que todos respondem sim a esta pergunta. Mas se todos querem ter uma vida longa e feliz, porque poucos agem de acordo com o que já sabem sobre como ter uma vida de qualidade. 
Mais do que adquirir novas informações é preciso agir de acordo com o que já aprendemos. Entender que mais do que viver, é possível viver feliz e com qualidade de vida. 
Quer ser feliz? Coloque em prática alguns princípios que você provavelmente já conhece. Alguns deles são os seguintes: 
A felicidade não se encontra nas coisas deste mundo, mas no desfrutar da presença de Deus. A felicidade é mais do que possuir as coisas, está mais relacionada ao que somos do que ao que temos. A felicidade é maior em dar do que receber. 
Agostinho disse: “A verdadeira felicidade não consiste em ter muito, mas em contentar-se com pouco. A felicidade é continuar desejando aquilo que possuímos.”  
A felicidade está em nos distanciarmos daquilo que causa tristeza. O pecado é motivo de tristeza, devemos nos afastar dele. 
A felicidade está em nos aproximarmos daquilo que traz alegria. Devemos buscar santidade. Ela é motivo de grande alegria. Buscando a Deus, seremos por ele fortalecidos. Na força de Deus, sentimos proteção e alegria.
Queremos alegria e sabemos o que pode gerar esta alegria, então estamos bem próximos de ter uma vida feliz. Portanto, pratique a felicidade, viva de forma feliz. Busque o Senhor, viva de uma forma que agrade a Ele. Nunca esquecendo que na terra nada poderá nos satisfazer plenamente. Nada trouxemos para este mundo e nada poderemos levar. Não o acúmulo de coisas, mas poder comer e vestir é que nos dará satisfação. 

Somos felizes e caminhamos para um dia viver a plenitude de alegria.