segunda-feira, 17 de outubro de 2016

ANTES QUE SEJA MUITO TARDE

Eclesiastes 12.1-8

Eu te busco de todo o coração; não permitas que eu me desvie dos teus mandamentos (Sl 119.10).

Lembre-se do Senhor enquanto você é jovem. Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade (Ec 12.1a). Este verso contém uma continuação do pensamento que foi iniciado no capítulo anterior. O assunto é a brevidade da juventude. Ec 11.9 diz: “Alegre-se durante a sua juventude. Recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade. Saiba, porém que Deus te trará a juízo”.
Porque a mocidade é passageira, somos chamados a utilizar os dias da nossa mocidade do melhor modo possível. Isso envolve lembrar-se do Senhor. Antes que venham os maus dias.
Devemos lembrar do Senhor nos dias da nossa mocidade porque Ele é o nosso criador. Nós temos com ele uma dívida de gratidão pela nossa própria existência. Devemos lembrar do Senhor nos dias da nossa mocidade porque isso é dar-Lhe os primeiros frutos de nossa vida. Ele quer ocupar o primeiro lugar em sua vida. Devemos lembrar do Senhor nos dias da nossa mocidade, porque isso formará um padrão de hábito para o resto de nossa vida. 
“Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer.” O Pregador vai descrever as condições destes dias maus, dias da velhice, em detalhes.  Dias em que a visão e audição ficam ruim. O pensamento e as lembranças já não são tão vivas. Os braços e mãos começam a tremer. A postura fica mais inclinada. Os idosos perdem os dentes, a voz fica fraca. A velhice traz consigo certos medos. 
O ponto da passagem é que você é chamado para se lembrar do Senhor, servi-lo e adorá-lo hoje enquanto você está vivo. Lembre-se do Senhor porque tudo o mais é vaidade. Sem Deus você está destinado à vaidade. 
Há um vazio que existe sem Deus. Agostinho disse: "Tu nos criaste para ti mesmo e nosso coração está inquieto até que descanse em ti". 


Hoje é o tempo de se preparar para a eternidade.