sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Maior assassino

Romanos 6.12-14

Dirige os meus passos, conforme a tua palavra; não permitas que nenhum pecado me domine (Sl 119.133).

O passado tem guardado muitos terrores. A história tem em seus museus muitos objetos que foram usados por homens maus como instrumentos de tortura. O calabouço escuro, o esmaga-polegar e outros instrumentos tão horríveis que o simples fato de pensar neles e descrevê-los nos causa dor e agonia.  
Spurgeon em seu sermão “Pecado Assassinado” diz que a pior tortura e maldade não é a que foi feita por estes homens maus e suas invenções e sim o mal que causamos a nós tolerando o pecado. Ele diz: “Todos os sofrimentos que já foram exercidos sobre o homem nunca foram iguais à tirania que o homem trouxe sobre si mesmo; a tirania do pecado! O Pecado trouxe mais pragas sobre a terra do que todos os tiranos da terra juntos; ele trouxe mais dores e misérias sobre os corpos e as almas dos homens do que as invenções mais astutas dos torturadores de sangue mais frio e diabólico! O pecado é o grande déspota do mundo.” 
O pecado é o pior mau que alguém pode carregar consigo. De forma silenciosa, ele destrói aos poucos a vida do homem. Dar espaço ao pecado em nossa vida é uma auto tortura. O homem tem sido enganado acreditando que o pecado é um estado de liberdade, enquanto que o pecado é a pior escravidão. Um grande mal que começa quando cedemos às tentações. Tiago 1.15 diz: “Então esse desejo, tendo concebido, dá à luz o pecado, e o pecado, após ter se consumado, gera a morte.” A busca por prazer é uma porta aberta para o pecado e consequentemente para a morte que ele causa. 
Para ser livre do pecado é preciso de um encontro com Cristo. Somos chamados a confessar os nossos pecados. Em Cristo somos libertos. Em Cristo passamos a viver plena e realmente. Uma vida que não é dominada pelo pecado. Uma vida de servo de Deus. Experimentando o verdadeiro prazer e a verdadeira liberdade. “- Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” (João 8.36).

Não viva a se torturar. Busque a Cristo. Abandone o pecado.