quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Aproximação Perigosa

Tiago 4.7-10

Aparte-se do mal, pratique o que é bom, busque a paz e empenhe-se por alcançá-la” (1Pe3.11).

Conta uma fábula que uma raposa muito jovem, que nunca tinha visto um leão, estava andando pela floresta e deu de cara com um deles. Ela não precisou olhar muito para sair correndo desesperada na direção do primeiro esconderijo que encontrou. Quando viu o leão pela segunda vez, a raposa ficou atrás de uma árvore a fim de poder olhar para ele antes de fugir. Mas na terceira vez a raposa foi direto até o leão e começou a dar tapinhas nas costas dele, dizendo: - Oi, gatão! Tudo bem aí?
Quanto ao que é mal a Bíblia fala que devemos nos afastar, resistir. Muitos têm buscado uma proximidade perigosa com o inimigo. Esta aproximação vai acontecendo aos poucos, trazendo uma certeza ingênua de que não serão atingidos. O medo passa, o perigo aumenta. 
Existem neste mundo muitas coisas, pessoas, lugares dos quais devemos nos manter afastados. Coisas que aparentemente não irão nos atrapalhar. Pessoas que parecem grandes amigas. Lugares divertidos. Mas a nossa aproximação com tudo isso só irá nos afastar de Deus, de nossa família, do propósito original e missão de vida. 
Tiago diz: Sujeitai-vos a Deus, obedeçam a Deus, cheguem perto de Deus. Também diz: Resisti ao inimigo e nunca faça amizade com ele. 


A amizade com o mal é inimizade com Deus.