sexta-feira, 2 de junho de 2017

Mudar o mundo

2Timóteo 3.1-5

“Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, não só na minha presença, porém, muito mais agora, na minha ausência, desenvolvei a vossa salvação com temor e tremo” (Fp 2.12).

Aquele que quer mudar o mundo tem que começar por si mesmo. Esta frase pode ser bem ilustrada pela história de um menino de 7 anos que foi ao trabalho de seu pai. O pai muito ocupado, para distrair o seu filho, pegou uma figura de um mapa do mundo e recortou em vários pedaços. Deu a seu filho junto com uma fita adesiva dizendo: Você gosta de quebra-cabeças? Vou te dar o mundo para consertar. O pai acreditou que agora poderia trabalhar tranquilo por mais algumas horas. Mas pouco tempo depois o menino apareceu com a tarefa cumprida. Perguntou, então, o pai ao menino: Como você conseguiu tão rápido? O menino respondeu: Quando você cortou a figura do mapa, vi que atrás dela tinha um homem. Consegui consertar o homem e assim consertei o mundo. 
Os dias são maus. A razão para isso é que os homens são maus. O mundo precisa de muitas mudanças e consertos. Estas mudanças só podem ocorrer quando cada um de nós entender que mais do que achar que o problema são os outros, começarmos a buscar uma mudança pessoal. Paulo diz aos Filipenses que não era para desanimarem na sua ausência. Deveriam continuar firmes desenvolvendo o que haviam aprendido a respeito de Deus. Se nós ficarmos olhando para os problemas do mundo nada vai adiantar. 


Façamos nossa parte, é certo que o mundo vai se tornar um pouquinho melhor.