segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Amor ativo

Mateus 5.43-48

Quem não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor (1Jo 4.8).

Muitos filmes retratam o ódio e a vingança como solução diante de qualquer perseguição.  Até parece que a vingança é uma forma correta de se fazer justiça. É muito comum vermos alguns protestos em que as pessoas gritam: “Justiça..Justiça”, mas o que realmente querem é se vingar do outro. Como cristãos, acreditamos que estamos distantes dessa forma de pensar. Aprendemos a oferecer a outra face, mas ainda falta saber amar a pessoa que nos esbofeteou. Temos de ir além da paciência, até o serviço; além da recusa de retribuir o mal até a determinação de vencer o mal com o bem. A Bíblia nos instrui a amar os nossos inimigos e a orar pelos que nos perseguem. Jesus orou por seus atormentadores no momento da crucificação. Ele disse: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo” (Lc 23.34). O povo de Deus deve imitar Cristo e não os homens maus deste mundo.
 A cultura não-cristã é a da retribuição - você me prejudicou, vou fazer o mesmo com você. Mas Deus nos ensina a amar o nosso próximo, seja ele amigo ou inimigo.
Esse amor se expressa em pequenas atitudes para com as pessoas, como um olhar amigo, um telefonema perguntando sobre alguém que está doente. Pequenas atitudes que serão consideradas como grandes por quem as recebe.
Isso é amor ativo, o amor que supera os primeiros, segundos, terceiros e todos os obstáculos para fazer o que é melhor: amar. Quando aprendemos a amar, deixamos de competir e passamos a viver. Recupere o tempo perdido, ame de coração. Certamente, a sua vida vai ser bem mais tranquila e melhor de ser vivida. Viver em amor é dar grandes passos para a maturidade, transformando-nos de meninos tolos em homens amadurecidos.
Vamos fazer um exercício espiritual saudável, vamos tratar as pessoas com amor, vamos amar as pessoas separando-as de seus atos. Busque a ajuda de Deus para isso, pois este exercício só pode ser feito por aquele que conhece a Deus. 

Retribuir mal com bem é divino.