quinta-feira, 8 de março de 2018

Buzina

Salmo 55.1-11

Longe de vós, toda amargura, e cólera, e ira, e gritaria, e blasfêmias, e bem assim toda malícia (Ef 4.31).

Você usa muito a buzina de seu carro? Todos os carros devem ter uma buzina que funcione. Mas deve ser utilizada apenas para emergência. Não é bom ficar buzinando o tempo todo. Conta-se uma história que o carro de uma senhora estragou em meio a um movimentado cruzamento. Isso é um pesadelo para qualquer um, mas ela manteve a cabeça no lugar e estava fazendo o melhor que podia para ligar seu carro novamente. Depois de várias tentativas, o motorista logo atrás dela começou a buzinar impiedosamente.
Depois de alguns momentos da incessante buzina, a mulher saiu do carro, caminhou até o homem no carro atrás dela e educadamente disse:
- Senhor, parece que estou tendo dificuldades para ligar meu carro. Se você puder fazer o favor de ajudar e conseguir ligar meu carro, eu ficarei muito feliz em me sentar aqui no seu lugar e buzinar para você.
Quero fazer uma comparação da buzina com o falar de forma irritada. Quantas vezes ficamos buzinando no ouvido das pessoas. Reclamamos porque entram em nossa frente e ficam andando devagar. Reclamamos quando o telefone ou a campainha tocam. Simplesmente não controlamos nossa língua. Achamos que pelo fato dela estar ligada e funcionando temos que gritar, buzinar o tempo todo. 
Buzinar demais é uma atitude irritante e estressante. Deixa todo mundo nervoso e acrescenta mais uma pitada de raiva no mundo já tão cheio de incompreensões. É claro que também devemos lembrar que em alguns momentos, usar a buzina pode evitar um acidente. Existe tempo para palavras duras, gritos de alerta podem salvar alguém da morte do pecado. Mas, na maioria das vezes, quando o adversário gritar contra nós, quando o barulho do inimigo tirar nossa paz, devemos clamar a Deus na confiança de que ele nos levará para um lugar distante de toda a irritação. Deus acrescentará paz em nosso coração. Os inimigos serão silenciados e nosso ouvido será presenteado com canções de tranquilidade. Sejamos bons e atenciosos uns para com os outros.


Buzinar demais faz mal ao coração!