terça-feira, 15 de maio de 2018

Sempre Confiante

Habacuque 2.1-4

O justo passa por muitas adversidades, mas o Senhor o livra de todas (Sl 34.19).

Algumas pessoas, diante dos problemas e da dificuldade de compreender os propósitos de Deus, começam a questionar, desconfiar. Este é o pior caminho. Sempre devemos confiar em Deus e em seu governo sobre todas as coisas. O profeta Habacuque nos dá um exemplo interessante. A corrupção da sociedade crescia e ele suplica a Deus em favor dos que sofriam com a maldade e opressão (Hc 1.2-4). A resposta de Deus a sua oração não foi a que ele esperava. O Senhor enviaria o exército dos caldeus para destruir Jerusalém (Hb 1.6). 
Habacuque não questiona a Deus, não se desespera. Ele se dispõe a esperar pela orientação de Deus. “Pôr-me-ei na minha torre de vigia, colocar-me-ei sobre a fortaleza e vigiarei para ver o que Deus me dirá e que resposta eu terei à minha queixa” (Hc 2.1). Nem sempre é fácil esperar em Deus. Mas diante dos problemas, nós devemos nos manter firmes. Embora não compreendendo certas coisas, devemos confiar e aguardar. 
Habacuque foi orientado a tornar pública a mensagem que recebeu. “Escreva claramente a visão em tábuas, para que se leia facilmente” (Hc 2.2). Somos incapazes de compreender todos os caminhos do Senhor, mas na Bíblia Deus revela sua vontade de modo que possamos conhecer o que é preciso. A instrução que a Palavra de Deus nos dá é suficiente para nosso consolo. Principalmente em tempos de confusão devemos recorrer à vontade de Deus revelada a nós por meio das escrituras. 
Habacuque recebeu a mensagem e foi orientado a respeito do tempo em que se cumpriria o que foi revelado. Grande parte de nossos conflitos esta relacionada a querermos que as coisas aconteçam da forma que nós imaginamos e no tempo que estabelecemos. Nosso desafio é aguardar o tempo de Deus e acalmar o nosso coração. Deus faz a promessa de vida por meio da fé: “o justo viverá pela fé”. Não importam as circunstâncias, Deus tem controle de tudo. 


Nosso desafio é buscar refúgio no Senhor.